Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Aviadores descartam Estdio da Cidadela

Augusto Panzo - 29 de Março, 2015

Director para o futebol da agremiao do Aeroporto diz que s jogam na antiga catedral nacional em casos justificados

Fotografia: Jornal dos Desportos

O responsável aviador disse ao Jornal dos Desportos que é pretensão do clube manter o Estádio dos Coqueiros como sua casa na época 2015, salvo se existirem situações que obriguem a troca de campo.

“Está descartada a hipótese do ASA voltar a jogar no Estádio da Cidadela esta época, na condição de anfitrião. Vamos continuar a utilizar os Coqueiros como nossa casa, nos jogos na condição de anfitrião.”

Bravo da Rosa revelou que só em caso de extrema necessidade é que o ASA vai recorrer, não apenas ao Estádio da Cidadela, mas qualquer um autorizado pela Federação Angolana de Futebol (FAF) para receber jogos do Girabola 2015.

“Só em casos de extrema necessidade é que podemos passar para o Estádio da Cidadela, ou para outro qualquer, desde que esteja aprovado pela FAF, para receber jogos do Girabola este ano. Por isso, se não acontecer nenhuma das situações que nos obrigue à mudança de campo, o ASA vai disputar todas as partidas do Girabola 2015, no Estádio dos Coqueiros”, reiterou.

O responsável justificou a decisão da direcção pelo facto de registar-se um aumento do preço de aluguer do Estádio da Cidadela, fixado em 300 mil kwanzas por jogo e a desvantagem dos resultados o ano passado não ter sido muito famosa.

“Não é apenas devido aos preços de aluguer que abdicamos da utilização da Cidadela, mas sim por razões profundas e justificadas. O ano passado, tivemos resultados pouco dignos naquele estádio”, reforçou. Bravo da Rosa realçou que o Estádio dos Coqueiros tem sido uma bênção para os aviadores.

“Até agora temos bons resultados nos Coqueiros e, por isso, não temos razões para voltar a jogar na Cidadela na condição de anfitriões”, defendeu.Sem qualquer receio, confidenciou que o técnico Roberto do Carmo Robertinho afirmou que se sente melhor a jogar no actual estádio.

“Também estamos a corresponder e a respeitar um pedido do nosso treinador, o professor Robertinho, que solicitou a continuidade do ASA jogar nos Coqueiros, em detrimento da Cidadela. Ele disse que a equipa se sente bem nesse estádio”, esclareceu.

O primeiro caso excepcional acontece no próximo dia 5 de Abril, data em que o ASA faz o seu jogo da sétima ronda com o Progresso da Lunda Sul na Cidadela, pois, o Estádio dos Coqueiros é ocupado pelo Benfica de Luanda.


RECUPERAÇÃO

Fifica e Johnson às ordens do técnico


O defesa lateral Johnson e o médio ofensivo Fifica, ambos do Atlético Sport Aviação (ASA), estão já reintegrados no grupo de trabalho, depois de algumas semanas de inactividade, devido às lesões a que estavam sujeitos nos dois joelhos, apurou ontem o Jornal dos Desportos do fisioterapeuta da equipa, Nzinga António Toko.

Fruto dessa recuperação, os dois jogadores já trabalham sem limitações, podendo ser opções para o treinador Robertinho nos próximos compromissos.

“Fifica e Jonhson estão já recuperados. Se o treinador assim o entender, podem já ser opções para os próximos jogos”, disse Nzinga Toko. Fifica e Johnson fazem parte do grupo de jovens lançados para a equipa principal nesta época pelo treinador Robertinho, uma empreitada que teve a iniciativa do anterior técnico dos aviadores, Samy Matias, na época passada, pois os mesmos jogadores já eram cogitados para engrossar o plantel principal.Além destes dois atletas, fazem ainda parte do grupo Nelito e Silva, que são principais referências da actualidade no plantel aviador.

Os aviadores que ao longo da semana trabalharam sob orientação dos treinadores adjuntos José de Carvalho Corola, Paulo Alves Paulão e Diogo, devido à ausência do técnico principal Roberto do Carmo Robertinho, que se encontra de visita familiar no Brasil, retomam a preparação amanhã de manhã, depois da folga de ontem e de hoje.

O treinador Robertinho foi autorizado pela direcção do ASA a visitar a família no seu país, atendendo que o Girabola se encontra em pausa, devido ao compromisso que os Palancas Negras tiveram quinta-feira, em que defrontaram os Elefantes da Costa do Marfim, em Abidjan, para a primeira Data FIFA de 2015.                                                                           AP