Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Beb abraa novo desafio ao servio do ASA

Valdia Kambata - 28 de Junho, 2016

Beb espera ajudar o ASA a realizar uma ponta final ao nvel dos objectivos traados

Fotografia: Jos Soares

O médio do Interclube, Bebé, manifestou-se surpreendido pelo facto de ter sido emprestado para representar o ASA na segunda volta do campeonato nacional. O ex-capitão da formação do Rocha Pinto, novo reforço dos aviadores, revelou, ao Jornal dos Desportos que espera dar o seu melhor na equipa do aeroporto.

Cedido apenas para seis meses, o atleta não descartou a possibilidade de continuar por mais uma época no conjunto orientado por José Agostinho "Corola", caso seja interesse das partes, pois, sente-se em condições de continuar a dar o seu contributo ao futebol nacional.

" Sinto que ainda tenho muito para dar ao futebol.  Enquanto tiver força para jogar vou continuar quer seja no Interclube ou em qualquer outro clube", salientou o jogador que esteve por mais de10 anos no 22 de Junho. 

Segundo apuramos, o motivo que esteve na base do empréstimo de Bebé para o Atlético Sport Aviação (ASA), prende-se com a falta de espaço no plantel, onde o técnico tem dado maior primazia a Pirolito e Kibeixa.

Esta época o médio fez apenas dois jogos como titular, uma média baixa para um atleta que é uma referência no clube. Com pouca oportunidade este ano na equipa da polícia, o atleta promete corresponder com às expectativas das pessoas que apostaram em si.

" Quando um jogador entra para uma nova etapa, o desejo é lutar para  conquistar á titularidade. Infelizmente, as coisas não correram muito bem na primeira volta, por isso, quero aproveitar esta oportunidade para manter a mesma dinâmica e superar a fase menos boa que enfrentei. Espero retribuir com boas exibições para valorizar ainda mais a confiança depositada em mim", exteriorizou.

  O atleta reforçou ainda que, apesar de represente os aviadores na segunda volta, espera regressar a sua equipa de eleição, o  Interclube ainda na próxima época. Embora tenha jogado pouco, Bebé tem sido um verdadeiro líder do balneário dos polícias.

Reconheceu que o nível competitivo do Girabola Zap é aceitável e não teve receio em considerar como um dos melhores do continente. Sublinhou que a diferença pontual entre os candidatos é mínima, assim como as equipas lutam pela melhoria da classificação e as que disputam a manutenção.

"O Girabola está cada vez mais competitivo e cada ano que passa cresce mais ainda. As equipas estão mais fortes e com maior ambição. Temos visto que entre o segundo e o quinto classificado, não há muita diferença pontual ", salientou.

Quanto ao futuro do Interclube esta época, acredita que podem fazer mais e melhor na segunda volta e que nada ainda está perdido. "Acredito que tem tudo para lutar pelo título", destacou.

Bebe estreou-se na equipa sénior do Interclube no final da época de 2004. No ano seguinte, sob o comando de Raúl Kinanga, passa para a equipa principal onde fica até 2011. Emprestado em 2012 ao FC Bravos do Maquis, a sua prestação na equipa do Moxico forçou logo o regresso ao 22 de Junho, assumindo a braçadeira de capitão.

TRANSFERÊNCIA
"Foi o ASA quem mostrou interesse"


Sem mágoas da direcção do Interclube por ser emprestado ao ASA, Bebé assegurou que foi a equipa aviadora que mostrou interesse nos seus préstimos e, em função do momento menos bom que atravessa aceitou de bom agrado a proposta da direcção. 

" O ASA mostrou interesse e contactou o Interclube para que eu fosse representar a equipa na segunda volta. A direcção questionou-me, se estaria interessado em reforçar os aviadores. Pelo facto de estar a jogar pouco   e em função das boas prestações dos meus colegas, achei por bem aceitar o convite por empréstimo de seis meses", esclareceu o atleta.

Embora o seu nome estivesse associado a outros clubes, o médio formado nas escolas dos polícias, preferiu não ocultar o nome dos pretendentes, já que nada foi apresentado de forma oficial.

" Houve muitos clubes que se mostraram interessados, mas a verdade é que ninguém apresentou uma proposta concreta a solicitar os meus préstimos, até porque foi tudo verbal e pelo que sei a direcção do clube não recebeu nenhuma proposta", precisou.

O facto de colocar sempre o Interclube como prioridade terá pesado na falta de interesse de certos clubes. "Penso que muitos já sabiam que o meu maior interesse era jogar no Interclube, por isso sentiram-se inibido", justificou.

 Depois de aceitar este desafio, Bebé promete lutar para ajudar o ASA a voltar a atingir o top do Girabola. " O meu maior desejo para esta fase determinante da época é trabalhar em prol do novo clube que irei representar", comentou.

"Sei que a minha integração não vai ser fácil, pois, a equipa tem bons jogadores com grandes capacidades, mas tenho muita experiência e penso transmitir aos meus novos colegas, e que possa servir para ajudar equipa", salientou.

Acredita que a sua integração vai acontecer com normalidade no momento certo, mas está confiante no sucesso neste novo desafio. "A grande verdade é que ainda é muito cedo para falar sobre isso, mas gostaria que a minha integração fosse a 100%. Por enquanto, estamos a trabalhar na descompressão e vamos ver no regresso aos trabalhos de campo", perspectivou.