Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Benfica acerta passo

Betumeleano Ferro - 15 de Março, 2016

Benfiquistas defrontam o lanterna vermelha Recreativo da Cala na prxima jornada do Campeonato Nacional de Futebol

Fotografia: Jornal dos Desportos

As duas últimas vitórias seguidas do Benfica de Luanda, a mais recente delas no sábado em Saurimo no jogo com o Progresso da Lunda Sul, por 1-0, anularam o saldo negativo provocado pelos dois desaires consecutivos nas jornadas iniciais.

Os êxitos obtidos pelo Benfica por 1-0 lavaram por completo a cara da equipa, o campeonato "agora" começa para Zeca Amaral e pupilos. As vitórias alcançadas são sinónimo de vida nova, os dias amargos ficaram para trás, num ápice as águias voaram muitos degraus na classificação, começaram na cauda e neste momento estão na oitava posição.

A atitude competitiva das águias mudou nas duas últimas jornadas, os seis pontos amealhados confirmam que a equipa está a crescer. Os desaires com o 1º de Agosto e o 4 de Abril atrasaram o passo encarnado, mas o Benfica reagiu para encontrar em pouco tempo o caminho da recuperação.

Ainda é cedo para afirmar que o Benfica depende de si para alcançar os seus objectivos no campeonato, mas é ponto assente que é com vitórias dentro e fora de casa que a equipa deve ser capaz de terminar num dos lugares cimeiros do agora cognominado Girabola ZAP. A recepção ao Clube Recreativo da Caála (CRC) vai ser a melhor oportunidade para o Benfica provar que acertou por completo o seu passo.

O adversário é o lanterna vermelho do campeonato, mas é apenas mais um detalhe pois as águias vão ter de contornar para aumentar a série de jogos com vitória. Até certo ponto, o CRC é o melhor oponente do Girabola ZAP para testar o momento por que passa o Benfica.

As duas equipas estão em extremos opostos, mas há poucas jornadas eram parceiras de desgraça, portanto as águias sabem como ninguém qual o estado emocional do adversário. O Benfica somou duas derrotas por 2-0, depois venceu dois jogos seguidos por 1-0, a diferença entre marcados e sofridos é uma falsa questão, como frisou na semana passada o técnico - adjunto Simão Panzo. É verdade que a equipa está a marcar pouco, mas enquanto tarda a chegar a bonança, nada melhor do que ganhar jogos.