Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Benfica de novo a influenciar o ttulo

Betumeleano Ferro - 02 de Outubro, 2015

Agostinos levam deciso do ttulo do Girabola 2015 para a prxima jornada

Fotografia: Kindala Manuel

O Benfica de Luanda entrou de novo na rota do título nacional. Os encarnados estão sem hipóteses de conquistar o campeonato, mas o desfecho do dérbi frente ao 1º de Agosto, domingo às 15h30, no estádio 11 de Novembro, também pode ser determinante para ajudar a perceber quem vai chorar de alegria ou vai ranger os dentes, por alcançar ou falhar os objectivos traçados para esta temporada.

A águia foi afastada para fora do comboio do título pelo Libolo, mas ainda podem ter alguma influencia na decisão para definir o campeão. Um triunfo caseiro sobre os militares chega e basta para acabar em definitivo com as chances matemáticas do seu opositor. 

A partida entre as duas equipas, ganhou um atractivo diferente após o empate caseiro do Libolo, 1-1 com o Caála, e aumentou, embora à condição, as esperanças do 1º de Agosto lutar pelo título até a última jornada do campeonato.

O líder precisa apenas de um 'mísero' ponto para consumar a revalidação, frente ao FC Bravos do Maquis, o mesmo adversário que o eliminou da Taça de Angola. Este reencontro este maquisardes e libolenses, num ápice mudou o cariz do Benfica - 1º de Agosto, porque se os militares vencerem e os libolenses perderem, o impensável vai mesmo acontecer, só vamos ter campeão na última jornada.

As contas do Libolo, são mais fáceis de fazer, mas é ponto assente que o dérbi de Luanda pode aliviar ou aumentar a pressão sobre a equipa de Calulo. João Paulo Costa e pupilos continuam a depender de si, mas de certeza que não vão deixar de manter os ouvidos atentos ao desenrolar do jogo no 11 de Novembro, para saber se podem ou não fazer em definitivo a festa da consagração.

O Benfica de Luanda recebe o 1º de Agosto com poucas hipóteses de conseguir recuperar o segundo lugar, em posse do seu opositor. Mas como o campeonato está a ser marcado por muita intermitência, a águia vai tentar cumprir com a obrigação de vencer para entrar na última jornada com um um ponto de desvantagem em relação aos rubro e negro, condição que iria alimentar o sonho do vice-campeonato.

O dérbi de domingo parecia que seria apenas para cumprir calendário, mas mudou de cariz e pode ser determinante para as contas finais do Libolo e do 1º de Agosto. Há muita coisa em jogo para que as duas formações façam pela vida e protagonizem um duelo renhido próprio de um embate decisivo para as contas finais do título.


FRENTE AO BENFICA 
Ary Papel
está em dúvida 

O médio ofensivo do 1º de Agosto, Ary Papel, está em dúvida para a visita ao Benfica de Luanda. Segundo o departamento médico do clube, o atleta ainda recuperou da lesão contraída no jogo passado. Ontem de manhã o camisola 30, não treinou com o grupo e esteve sob cuidados médicos do Drº Abel Sanz, que tenta à todo o custo recuperar o influente jogador para o importante dérbi diante da formação da águia.

Para já, o tempo corre um pouco a favor de Ary Papel, que tem até domingo para receber alta médica e ajudar o conjunto militar no penúltimo desafio do campeonato nacional. O jogador que divide com Gelson a artilharia da equipa com 10 golos cada, foi forçado a ser substituído durante o primeiro tempo do desafio diante do Progresso da Lunda Sul, após uma entrada dura de um adversário, sendo substituído aos 34 minutos, cedendo o lugar a Gogoró.

É a primeira vez esta época que Ary Papel contrai uma lesão numa altura em que a sua influência em campo é inegável para a dinâmica ofensiva do conjunto militar, pois contribui com golos e assistências.
JN


REGRESSO
Tony e Manucho reforçam a equipa


O guarda-redes Tony Cabaça e o médio Manucho Dinis voltam a entrar nas contas do técnico bósnio Dragan Jovic, para o dérbi de domingo às 15H30, no estádio 11 de Novembro, diante do Benfica de Luanda, referente a 29ª jornada, depois de cumprirem os respectivos castigos federativos.

Os dois jogadores influentes cumpriram um jogo de suspensão, por acumulação de três cartões amarelos, na recepção ao Progresso da Lunda Sul e estão aptos para a visita aos benfiquistas.

Tony Cabaça tem sido o principal guarda-redes da formação militar esta época e com a castigo federativo cedeu o lugar ao jovem Dominique, que na sua estreia com a camisola rubro e negra em jogos oficiais, não comprometeu. No banco de suplentes a equipa técnica colocou Julião, que este ano aguarda também pela sua oportunidade.

Para os jogos decisivos que faltam, a maior experiência do guarda-redes titular e que tem merecido a confiança dos treinadores, certamente vai pesar a seu favor no momento de opção para o dérbi deste domingo, diante de um adversário que ocupa a terceira posição com menos quatro pontos, já afastado da corrida para o título. Já o médio e sub-capitão, Manucho Dinis, enfrenta a concorrência do moçambicano Jumisse  para voltar a conquistar a titularidade.

O conjunto militar não vai poder contar com as presenças do médio-trinco Nary, do avançado senegalês Ben Traoré e do avançado burundês Ndikumana, que estão sob a alçada disciplinar do clube.

O Jornal dos Desportos, apurou que o gabinete jurídico ainda não emitiu o seu parecer a direcção do clube para analise e posterior decisão sobre a sanção a aplicar aos três jogadores, que podem falhar os restantes jogos da presente edição do campeonato nacional.
Jorge Neto