Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Benfica e Kabuscorp sem nada a perder hoje

Betumeleano Ferro - 09 de Outubro, 2015

A ltima jornada do campeonato nacional abre esta tarde com a partida entre palanquinos e encarnados

Fotografia: M.Machangongo

O Kabuscorp do Palanca e Benfica de Luanda, decidem, a partir das 18h00, no estádios dos Coqueiros, quem se vai juntar ao Libolo e o 1º de Agosto no pódio do Girabola. O duelo entre águias e palanquinos é decisivo para as contas finais dos dois emblemas esta época. O empate serve bem para os encarnados, enquanto do lado oposto apenas a vitória interessa.

As duas equipas entram para o decisivo jogo separadas por dois pontos, 50 contra 48, diferença que evidencia o equilíbrio entre estas formações, por isso a vitória pode cair para qualquer um dos lados. As duas equipas querem terminar o campeonato de cabeça erguida, motivo por que vão querer arriscar tudo para fechar o Girabola num lugar honroso, embora longe do objectivo traçado.

O Benfica de Luanda aparenta estar em queda livre. Os sucessivos maus resultados na ponta final da temporada ofuscou a excelente campanha da primeira volta. A equipa perdeu todos os jogos decisivos motivo por que esta noite tem de fazer pela vida para salvaguardar o terceiro lugar.

A ansiedade pode voltar a assombrar o desempenho da águia. A equipa tem de reagir com atitude competitiva. O jogo com o Kabuscorp acontece no momento em que o Benfica aparenta estar mais fragilizado, ainda assim, é fácil prever que o corpo técnico e os atletas ambicionam terminar em beleza o campeonato, uma vitória é capaz de fazer esquecer as frustrações das jornadas passadas.

O Benfica tinha tudo para fazer história alcançando uma inédita classificação, mas a equipa acabou por morrer na praia. Um novo desaire contra o Kabuscorp vai fazer prevalecer a ideia de que a equipa não está talhada para os grandes ambições, pois, claudica nos momentos cruciais.

O Kabuscorp tem no jogo com o Benfica a derradeira oportunidade para salvar a época, a equipa não vai erguer nenhum troféu esta temporada, mas terminar em terceiro é bem capaz de encher de alegria aos adeptos que estavam a espera de um outro lugar na classificação.

A vitória é o único resultado satisfatório para os palanquinos, que reconhecem o facto de correrem mais riscos, já que precisam de três pontos para ultrapassar o Benfica na derradeira jornada do campeonato. Atacar é coisa que o Kabuscorp sabe fazer bem, agora a única dúvida de momento é saber se o Kabuscorp vai manter esta postura nos Coqueiros desde o apito inicial.

O embate é de alto risco para as duas equipas e espera-se que a arbitragem esteja a altura da partida. Erros todos os árbitros cometem, mas ninguém espera que seja o juiz a decidir quem vai terminar em terceiro.


TREINADOR
Miller assume
discurso de vitória


Miller Gomes deposita total confiança nos seus jogadores no jogo de hoje à noite, frente ao Benfica de Luanda, para abertura da 30ª ronda, válido para a última jornada do campeonato. O técnico do Kabuscorp disse ontem estar crente na capacidade da equipa, apesar de reconhecer a qualidade do adversário.

"Vamos defrontar um adversário que também tem objectivos traçados. Com isso, há responsabilidade e há todo o esforço e querer no grupo para que o terceiro lugar seja alcançado", disse o treinador dos palanquinos, deixando expresso o desejo de ficar com o terceiro lugar do campeonato.

"Apesar de que o terceiro lugar não é a classificação que vai de encontro aquilo que eram os objectivos traçados, mas vem dignificar o esforço e entrega da equipa", acrescentou o treinador da formação palanquina.

O técnico do Kabuscorp confessa ser muito difícil, nesta altura, manter os níveis de motivação da equipa em alta, mas garante que o grupo trabalhou bem durante a semana, tendo em vista a concretização do objectivo de fechar o campeonato com uma vitória.

"Obviamente que acreditamos na vitória, mas deve saber que nessa altura motivar os jogadores é difícil, em função do momento que se vive, mas há o querer para que o objectivo seja cumprido", finalizou.
PC


ESTÁDIO DOS COQUEIROS
Palanquinos auguram fecho em grande


O desafio desta noite marca o encerramento da equipa palanquina nos jogos oficiais desta temporada. Para este último embate do campeonato, Miller Gomes mobilizou toda a equipa, devendo efectuar alterações ou mexidas no onze inicial, relativamente aquela que empatou na jornada passada frente ao Progresso da Lunda Sul, em Saurimo.

Dispostos a encerrar o campeonato em beleza, tal como manifestou o técnico ao nosso jornal (ver texto à parte), o Kabuscorp projecta assumir o domínio territorial da partida, tomar conta da posse de bola e descobrir todas as possíveis de acesso à baliza contraria.

Por uma questão de honra e prestigio, os pupilos de Miller Gomes depois de falharem o objectivo traçado apostam no mínimo descerem apenas um degrau, ou seja, alcançarem a terceira posição.

Os palanquinos, cientes do momento menos bom que enfrentam, encaram este jogo com muitas cautelas, ante um adversário que tem o orgulho ferido, após a pesada derrota sofrida frente ao 1º de Agosto na ronda passada. 

De resto, para uma partida entre dois candidatos ao título que viram as suas pretensões ofuscadas o desfecho está mais centrada para a defesa da dignidade e brindarem a massa associativa com um triunfo numa temporada que não correu a feicção.

EQUIPA PROVÁVEL
Quanto à equipa titular para o jogo desta noite, Mário pode voltar a ocupar-se da baliza, ao passo que Élio e Silva devem ser os centrais, já que Lunguinha e Panilson podem assumir as funções nas laterais da defesa. Fiston, Lami, Mano, Evandro e Amarildo partem em vantagem para ocupar a zona intermédia da equipa, enquanto no ataque Meyong deve voltar a actuar sozinho. Espreitam, também, a titularidade os experientes, Hugo, Fuki, Dax, Mpele Mpele e Amarildo.
PAULO CACULO