Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Benguela cativa ateno dos aficionados

Augusto Panzo, Cacuaco - 13 de Abril, 2019

Velha cidade de So Filipe alberga dois importantes duelos nesta penltima ronda do primeiro turno do Zonal de Apuramento

Fotografia: DR

A cidade de Benguela vai ser o centro das atenções nas tardes de hoje e de amanhã, quando albergar dois dos três mais importantes desafios da oitava jornada do Zonal de Apuramento ao Girabola ZAP de 2019/2020 (o outro vai decorrer em Caxito), em função da forma como estão colocadas as equipas na tabela classificativa.

Na primeira partida a ter lugar a partir das 15H30´ de hoje, no Estádio Municipal, o Estrela Clube 1º de Maio de Benguela terá pela frente o Clube Ferrovia do Huambo, dois conjuntos atrelados ao encalço do líder, com um e dois pontos a menos, respectivamente, tónico suficiente para tornar este duelo num autêntico “tira-teimas”.     

No outro desafio ainda reservado para Benguela, o Jackson Garcia FC, quinto da tabela, com oito pontos, mede forças com o Benfica do Lubango, líder da prova, com 13 pontos, numa partida em que tudo pode acontecer, mas com maiores probabilidades para os caseiros, que têm certo domínio sobre o relvado de Ombaka, reduto em que essa formação joga, quando na condição de anfitriã. 

Mas se nas terras d’Ombaka há futebol para elogios, o mesmo se pode falar do seu confrade terras do “Jacaré Bangão”, onde os espectadores são chamados a apreciar o grande duelo entre dois irmãos, com o Domant FC do Bula Atumba a receber o Paulo FC do Dande. 

Esta é uma partida envolta em muitas emoções, porque de um lado estará a formação do Bula Atumba, tida como um dos principais candidatos à subida de divisão, razão pela qual se vê na obrigação de vencer, para continuar a alimentar essa esperança, e do outro estará o Paulo FC do Dande, novo nessas lides, mas que começa a dar ar da sua graça, sobretudo quando joga no relvado do Dande.  

Finalmente, o Estádio dos Castilhos, na cidade de Ondjiva, terras do Rei Mandume, também vai estar embrulhado num contorno de grande expectativa, por causa da partida entre o AKC do Cunene e o Sporting de Benguela, com a formação local a chamar a si o protagonismo, em função das surpresas que tem vindo a aplicar há duas jornadas.

Apesar de toda a expectativa que se pode atribuir a esse duelo, depois de bater o Benfica do Lubango na sexta jornada e empatar com o Ferrovia do Huambo na ronda seguinte, é pouco crível que os leoninos idos de Benguela consigam rugir no covil dos Cuanhamas, que jogam no seu “habitat”, salvo, por mera sorte.