Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Bianchi aposta nos quatro jogos

Gaudêncio Hamelay/Lubango - 03 de Outubro, 2017

Técnico tricolor espera por deslize do 1º de Agosto para festejar no fim do mês

Fotografia: José Soares| Edições Novembro

A derrota no jogo de domingo no Lubango, no Estádio do Ferroviário, diante do Clube Desportivo da Huíla, por 2-0, não só fez com que o Petro de Luanda deixasse a liderança do campeonato em favor do 1º de Agosto, como a dependência de terceiros para conquistar o Girabola Zap 2017, a quatro jornadas do término da competição.

A situação, deixou inconformado o treinador Beto Bianchi, como é lógico. Mesmo assim, o treinador do Petro não atira a toalha ao relvado, até porque a diferença pontual em relação ao líder do campeonato é de dois pontos, quando existem ainda 12 em disputa, razão mais do que suficiente para os tricolores lutarem pela conquista do título que foge do Catetão desde 2010. 

O jogo do dia 15 do corrente, em Luanda, diante do FC Bravos do Maquis, referente à 27ª jornada, é o primeiro dos quatros a vencer, segundo o treinador tricolor, depois do Petro de Luanda ser surpreendido anteontem no Lubango, pelo Desportivo da Huíla.

“Não creio, que acusámos alguma pressão, nos golos que sofremos. Mas falta de atenção,  pior ainda, concentração. Num campo assim, já tínhamos alertado de como os meus jogadores deviam jogar. Dizer que o Desportivo foi superior no resultado, mas no jogo jogado, não. Tivemos a iniciativa do jogo. No primeiro e no segundo golo, surgiu uma falta estúpida. No primeiro golo, demos a bola ao atacante da equipa adversária. Então, são dois golos, que realmente fizeram muitos danos”, reconheceu.

Beto Bianchi garantiu trabalhar, para que nas próximas quatro jornadas que faltam para o término do campeonato nacional, a equipa possa somar a totalidade de pontos e aguardar por um percalço do rival.

Para tranquilizar os adeptos do clube, Beto Bianchi referiu que a equipa no desafio de domingo frente ao Desportivo da Huíla tentou tudo, num campo complicado para inverter o resultado, mas foi incapaz.

“Tivemos todo o controlo do jogo, não podemos sofrer dois golos infantis. Isso, é impensável para uma equipa que quer ser campeã. Foram dois golos, de categoria juvenil, e nós não somos juvenis”, lamentou.

O técnico da equipa do Catetão, congratulou-se com o ambiente vivido pelos adeptos, no Estádio do Ferroviário da Huíla. Ressaltou que foi um ambiente salutar, porque não houve problemas entre os apoiantes das duas equipas. 

“Foi muito bonito, ver aquele todo o público e os adeptos no Estádio, o que proporcionou uma verdadeira festa de futebol. Logicamente, que não fiquei muito atento às pessoas nas bancadas, mas não houve problemas, ou outras coisas. Foi bonito porque faz parte da festa do futebol”, destacou Beto Bianchi.