Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Bianchi mantm ritmo da equipa

Paulo Caculo - 19 de Março, 2016

Beto Bianchi tem recorrido aos jogos amistosos de preparao para colmatar a ausncia de desafios no Girabola Zap neste fim-de-semana,

Fotografia: Jornal dos Desportos

O treinador do Petro de Luanda Beto Bianchi tem recorrido aos jogos amistosos de preparação para colmatar a ausência de desafios no Girabola Zap neste fim-de-semana, em virtude do adiamento da partida com o Recreativo do Libolo, a contar para a quinta jornada.

Para colmatar o vazio, na quinta-feira os tricolores defrontaram a selecção de sub-20 a quem venceram por expressivos 4-0. Num jogo em que o resultado não esteve em causa, o realce foi o facto dos tricolores terem dominado completamente a partida.

O conjunto às ordens de Beto Bianchi valorizaram a circulação, passe e posse de bola, como elo de ligação ao jogo petrolífero que permitiu proporcionar um bom futebol e assumir total domínio da contenda. O treinador dos tricolores aproveita o adiamento do desafio com o Recreativo do Libolo a contar para a quinta jornada, por imperativos de engajamento do campeão nacional nas eliminatórias de qualificação à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africano.

Preocupado em manter o ritmo competitivo da equipa e desejoso de melhorar os níveis de rendimento de alguns sectores, Beto Bianchi pode encarar os jogos amistosos como  uma boa oportunidade de manter os jogadores em actividade.

Depois da segunda vitória consecutiva conseguida no desafio frente ao Recreativo da Caála, a contar para a quarta jornada, o Petro encara com grande optimismo os próximos desafios do campeonato. Os tricolores defrontam na sexta jornada o Sagrada Esperança da Lunda Norte, no Dundo.

Treinam às ordens do técnico Beto Bianchi, os seguintes jogadores: Lamá, Gerson e Mig (guarda-redes), Etah, Elio, Maludi, Abdul, Miguel, Ari, Mira, Manguxi, Chara, Francis, Job, Mateus, Wilson, Carlinhos, Diógenes, Herenilson, Duarte, Mabiná, Balakai, Mavambu, Fabrício e Jirresse. 


AVANÇADO
Jiresse de “pé quente”


 O avançado Jiresse foi a figura de destaque do jogo particular entre o Petro e a selecção de Sub-20. O atacante rubricou um “hack-tric” no treino e deixou intacta a veia goleadora que o projectou para o plantel dos tricolores, embora ainda não provasse nos jogos oficiais.

Apesar de ainda não ter feito o mesmo no campeonato em que continua em branco, Jiresse pode ter aproveitado o desafio de preparação com os Palanquinhas para mostrar qualidades ao treinador, mas sobretudo para dissipar eventuais dúvidas em relação à veia goleadora.

O atacante não é muito utilizado neste começo de campeonato e das poucas vezes que entrou, foi na condição de suplente, facto também que pode estar a influenciar no sucesso. Porém, como o Girabola Zap ainda agora começou, o avançado pode ter esperanças em mais jogos nas pernas, já que Fabrício também não tem correspondido às expectativas.

De resto, diante da jovem selecção de juniores, o ponta de lança aproveitou para tirar a "barriga da miséria", ao fazer três dos quatro golos do Petro de Luanda no desafio amigável. Se a façanha servir de motivação, o atacante pode não ter razões de queixas, se merecer a oportunidade para provar nos jogos oficiais.  
PC