Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Bianchi pede honestidade e Fair pley

Paulo Caculo - 17 de Outubro, 2016

Técnico Beto Bianchi acredita que nesta fase surjam mais jogos polémicos

Fotografia: Dombela Bernardo

O técnico Beto Bianchi acredita, que nesta fase derradeira do Girabola Zap surjam mais jogos polémicos, e mais equipas a serem beneficiadas pelos erros de arbitragem. O responsável máximo da equipa técnica dos tricolores alerta, por isso, aos árbitros para a necessidade imperiosa de serem responsáveis e honestos no seu trabalho.

"Faço um simples gesto e sou expulso. Não pode ser. Peço aos árbitros que vejam melhor as jogadas. Acho que os árbitros têm de entender que existe uma pessoa que está a trabalhar no banco da equipa", disse. "Os árbitros fazem-me uma marcação cerrada. Acho que tenho de estar como na igreja, sentadinho e quieto. O futebol não é uma igreja. Acho, que os árbitros estão obcecados, por mim. E, acho que qualquer dia vai acontecer uma coisa em campo, e os quatro vão ficar distraídos a olhar para mim", acrescentou.

O técnico disse ainda, que "existem regras que têm de ser aplicadas dentro do campo. Os árbitros têm de apitar de acordo com as regras da FIFA. Peço honestidade por parte dos árbitros,  espero que não exista qualquer pressão externa, nem política”. Para o treinador, “das três equipas da frente, vença a que merecer ser campeã. Era ridículo existir alguma coisa extra-jogo. Que os árbitros sejam neutros e apliquem as regras".

Beto Bianchi acredita ainda, que existem alguns rivais que têm mais afinidade com certas equipas, e fruto disso, não jogam intensidade como o fazem quando estão a defrontar o Petro. Em razão disso, o treinador espera que as outras equipas sejam mais profissionais e joguem à sério.

"Estas coisas de equipas filiais, deixam-me um pouco triste. Nunca vi equipas filiais defrontarem-se na Europa, no mesmo campeonato. O Real Madrid B, não pode defrontar o Real Madrid, porque acontecem facilidades", referiu. Em relação ao excelente percurso patenteado pela equipa no campeonato, Beto Bianchi garante estar muito satisfeito e reitera o sentimento do dever cumprido.

O técnico do Petro afirma que o objectivo da equipa está cumprido, e tudo o que vier por acréscimo, dá sustentação ao trabalho sem mácula realizado pela equipa. “Acho que a missão está a ser muito bem cumprida, ninguém adivinhava que o Petro estaria a disputar o título este ano. Existe uma tranquilidade geral no plantel, que o Libolo e 1º de Agosto não têm, pela urgência que enfrentam na conquista do título", esclareceu Bianchi.