Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Bis de Bena salva \"aviadores\"

06 de Março, 2017

Dois golos de Bena apontados aos 7 ´e aos 68´ serviram para salvar a formação do Atlético Sport Aviação (ASA) ontem, no Estádio dos Coqueiros, diante do Santa Rita de Cássia FC do Uige, numa das partidas referentes ao complemento da quarta jornada do Girabola Zap de 2017, em que o conjunto forasteiro deu uma lição de bem jogar.A formação do ASA entrou muito motivado e agressivo, em busca de um golo madrugador que pudesse animar ainda mais o conjunto.
Esse tento veio surgir aos sete minutos, numa jogada em que Minguito endossou o esférico a Bena que descia do lado direito e, este já na linha da pequena área, rematou sem dar hipótese ao guarda-redes do Santa Rita de Cássia.O golo obtido veio espevitar ainda mais os pupilos de João Machado, mas pôs em estado de alerta a equipa visitante, pois, ao invés de se sentir abanada, conseguiu controlar as emoções do adversário e tomou conta do duelo a partir do seu meio campo, matando todas as jogadas aviadoras a partir daquela zona do campo.A jogar a seu bel-prazer, em função da facilidade que passou a encontrar na zona intermediária adversária, aliada a má actuação do central Magnunson, o conjunto do Santa Rita lutou até conseguir o golo da igualdade aos 17´, apontado por Gazeta.
Depois do empate, a equipa treinada pelo português Sérgio Traguil acreditou que seria possível chegar ao tento de vantagem, o que veio acontecer exactamente aos 26´, com a chancela de Dennis, o que levou o conjunto forasteiro a ir para o intervalo em vantagem de duas bolas a uma.
No reatamento, o técnico do ASA, João Machado, efectuou duas substituições simultâneas. Tirou Mabululo e Magnunson, colocando nos seus lugares o Love e o Paulucho, duas unidades que vieram dar outra dinâmica ao conjunto aviador, sobretudo no sector intermédio, onde Paulucho jogou a maestro, mas muito individualista. Sérgio Traguil também foi ajustando o seu xadrez na medida em que era necessário, o que permitiu novo equilíbrio no jogo, porque passou a criar novas ameaças a zona mais recuada do ASA, mas sem conseguir fazer o terceiro golo.
E contra todas as expectativas, foi o ASA quem, depois de muito sofrer conseguiu o golo da igualdade, apontado novamente por Bena que, em dia de estreia no Girabola conseguiu um bis salvador para a sua equipa. A P