Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Caála é favorito em casa alheia

Betumelano Ferr?o - 20 de Março, 2017

o Santa Rita de Cássia forçou o Kabuscorp a desperdiçar pontos,

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Clube Recreativo da Caála (CRC) joga hoje à tarde, no reduto do Santa Rita de Cássia, adversário acessível aos planálticos. A equipa forasteira tem  a obrigação de justificar a melhor qualidade do plantel que ostenta, se for competitiva a lei do mais forte, é capaz de prevalecer no final dos 90 minutos.

O Santa Rita de Cássia, em boa hora percebeu, que precisa de mais algum tempo para ter forças  para aguentar um calendário apertado. A condiçãofísica vai ser importante para a equipa caseira pontuar diante do CRC, um adversário que costuma aproveitar quando entra em campo como favorito.

A maneira como o Santa Rita de Cássia forçou o Kabuscorp a desperdiçar pontos, no Estádio 4 de Janeiro, é um sinal de alerta para o CRC, o primo - divisionário vai organizar-se para tirar o máximo proveito dos cantos da casa, que bem conhece.

A grande questão que se coloca, é se a equipa de Sérgio Traguil vai ser capaz de ter pernas, para aguentar a possível passada larga do CRC. Depois do que aconteceu na jornada passada, é ponto assente que os caálenses vão imprimir o seu ritmo, para impedir que os católicos consigam discutir o resultado até ao fim.

O desafio Santa Rita de Cássia FC - Recreativo da Caála, acontece às 15h30, no histórico Estádio 4 de Janeiro, que teve a primazia de abrir o Girabola Zap 2017, com a equipa da casa a defrontar e perder (1-0) com o Recreativo do Libolo.

TÉCNICO -ADJUNTO DO PROGRESSO
“Temos vontade enorme de ganhar o jogo”


O treinador -adjunto do Progresso do Sambizanga, Diogo Pedro "Dione", rejeitou ontem, ao Jornal dos Desportos, que o empate diante do Atlético Sport Aviação (ASA) possa influenciar o jogo com o Kabuscorp do Palanca, e manifestou a expectativa de vencer a equipa palanquina, no jogo a ter lugar hoje, às 16h00, no Estádio dos Coqueiros, no prosseguimento da 7ª jornada do Girabola Zap.

Dione prometeu ter uma equipa muito determinada para superar o duelo com um dos candidatos ao título, que  ocupa o segundo lugar com 16 pontos, mais sete que os sambilas. "O Kabuscorp é um adversário difícil, tanto é que assume a candidatura ao título. Mas em função daquilo que conhecemos, vamos procurar a melhor estratégia para ultrapassar o adversário", realçou.

O adjunto de Kito Ribeiro reconhece as qualidades do adversário, que está a fazer um excelente campeonato esta época, pois, em seis jogos venceu cinco e empatou um. "O nosso adversário (Kabuscorp) está a fazer um bom início de época. Estamos a  fazer o nosso trabalho, normalmente, com humildade, para ultrapassar o Kabuscorp.

Temos de ser uma equipa com ambição enorme, exigência, responsabilidade, e enfrentar o jogo de cabeça levantada. Por isso, vamos para o jogo com determinação", declarou.O Kabuscorp tem adeptos eufóricos, isso, não preocupam os sambilas, pois, como disse o adjunto de Kito Ribeiro,  também têm apoiantes consideráveis.

"Sabemos que o Kabuscorp é um adversário que movimenta multidão, mas nós também  contamos com os nossos adeptos, que como sempre, vão ajudar a equipa na conquista dos três pontos", frisou.Questionado sobre a pressão em relação aos jogadores, uma vez tratar-se de um dérbi, devido ao empate da ronda anterior com o ASA, jogo em que a equipa esteve irreconhecível, Dione garantiu que a pressão de ganhar existe sempre.

"A pressão existe todos os dias, e em todos os jogos. Temos sempre pressão de ganhar, da mesma maneira que o adversário tem. É um jogo que esperamos pontuar, a julgar pelas de características do mesmo, pois é um  dérbi de Luanda. Temos uma vontade muito grande de ganhar, independentemente, dos objectivos de cada equipa. Prevejo um jogo muito bem disputado e intenso", frisou.
                                                              AVELINO UMBA