Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo Libolo equilibra liderana

Daniel Melgas, no Luena - 13 de Maio, 2016

Libolenses h quatro jogos sem derrotas

Fotografia: Jornal dos Desportos

A recuperação do Recreativo do Libolo, que evitou derrota nas últimas quatro jornadas (duas vitórias e igual número de empates), vai aumentar o equilíbrio na disputa do Girabola Zap 2016, segundo o antigo médio do FC Bravos do Maquis Domingos Tchiteta “Mendonça”.

Ao proceder o rescaldo da ronda, o futebolista que já teve passagem pelo futebol brasileiro, disse que o tetracampeão reencontrou-se, ocupando o terceiro lugar (com 20 pontos), com alguma “naturalidade”.

Considerou o 1º de Agosto a melhor equipa quando estão disputadas 11 jornadas, não só pelo facto de estar a liderar a prova, mas pelo futebol vistoso, competitivo, objectivo e “matador” que tem praticado, embora considera prematuro à conquista o décimo título.

Apesar de empate na última ronda com o 12º da tabela (Recreativo da Caála), referiu que, aos poucos, o campeão vai mostrando a necessidade de manter-se na luta pela revalidação do troféu e oferecer competitividade ao lado do 1º de Agosto, Petro de Luanda, Benfica de Luanda, Kabuscorp e Interclube, candidatos assumidos.

Deu igualmente mérito ao Recreativo da Caála que perdeu apenas um jogo (nona ronda) desde que Alberto Cardeau assumiu o comando técnico na sexta jornada, estando, actualmente, na 12ª posição, dois lugares acima da zona de despromoção.

O também vice-presidente da Associação Provincial de Futebol do Moxico (APFMX), realçou que o Kabuscorp do Palanca, depois de demitir o técnico, voltou às vitórias, porém, não assumiu que Miller Gomes tenha sido “perturbador”.

Quanto ao Benfica de Luanda, Petro e Interclube, disse que os mesmos precisam consolidar a coesão defensiva e ofensiva, sobretudo, os petrolíferos e os encarnados, que diz estarem famintos de ponta-de-lanças.