Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo projecta clssico com 1 de Maio

Jorge Neto - 24 de Fevereiro, 2017

Agostinos esto motivados e com o sentimento de dever cumprido com o triunfo na primeira jornada

Fotografia: Jornal dos Desportos

O 1º de Agosto desloca-se hoje de manhã, de avião, para a província de Benguela onde amanhã às 15h30, no Estádio Municipal, defronta a formação do 1º de Maio local, em desafio referente a terceira jornada do Girabola Zap.

Depois da vitória na última quarta-feira diante do JGM do Huambo por 2-0, na estreia do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, o técnico bósnio Dragan Jovic deu continuidade ao trabalho ontem de manhã no campo do ex-RI20. A sessão de treinos esteve virada para a recuperação física dos jogadores, principalmente para aqueles que fizeram mais minutos de jogo, enquanto os restantes treinaram por mais tempo. Os jogadores apresentaram-se motivados e com o sentimento de dever cumprido com o triunfo na primeira jornada, apesar do técnico-adjunto Ivo Traça reconhecer, no final do jogo, que valeu mais o resultado do que a exibição.

Foi com este espírito, de melhor o que esteve mal no jogo frente ao JGM, que a equipa técnica agostina conversou com os jogadores antes do treino de ontem no centro do campo do ex-RI20.

Para a deslocação a Benguela, a equipa capitaneada pelo defesa central, Dany Massunguna, reconhece que o grau de dificuldade será maior, em relação ao desafio passado, daí as cautelas que levam para este clássico. Longe dos tempos áureos da formação das Terras de Ombaka, os militares embarcam consciente da sua condição de favoritos à vitória, em função do actual momento que as duas equipas atravessam.

Os proletários apresentaram uma defesa frágil nas duas primeiras jornadas do Girabola Zap, onde sofreram já quatro golos, enquanto o ataque marcou apenas um, resultado em uma derrota e um empate. É este quadro que a equipa do 1º de Agosto vai enfrentar diante de um adversário que estreou-se com derrota em casa, por 1-2, diante do Recreativo da Caála.

Por conseguinte, o técnico Dragan Jovic vai trabalhar hoje à tarde em Benguela, com alguma insistência na finalização, que nos dois últimos jogos se mostrou perdulária, diante do Kampala City, nas Afrotaças, venceu por 2-1, e do JGM, ganhou por 2-0.

O lado positivo visto pela equipa técnica é que os campeões nacionais continuam a criar oportunidades para marcar à semelhança da época passada, daí que é preciso apenas os jogadores serem determinados no momento do toque final.


REGISTO
Medá “rende” Geraldo a primeiro marcador


O médio central Medá foi o primeiro jogador da equipa do 1º de Agosto a marcar esta época no Girabola Zap, aconteceu no desafio contra a formação do JGM do Huambo, na vitória por 2-0, substituindo o avançado Geraldo que realizou este feito no ano passado.

O jogador contratado ao Kabuscorp do Palanca estreou-se em grande com a camisola dos rubro-negros, no Campeonato Nacional da Primeira Divisão, depois de jogar nas Afrotaças diante do Kampala City Council do Uganda, na primeira eliminatória de acesso á fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos.

Medá foi mais rápido em relação ao seu colega ao marcar com os pés, aos nove minutos, enquanto Geraldo utilizou a cabeça para festejar aos 49 minutos de jogo, ou seja, 40 minutos menos.

Diante da formação do JGM Geraldo ainda chegou a marcar, mas a jogada foi bem anulada por fora-de-jogo, no momento do passe, feito pelo avançado caboverdiano Rambé.

O golo de estreia do médio central constitui um bom pronuncio daquilo que o jogador pode fazer na presente época ao serviço do campeão nacional.  Uma curiosidade é que os militares conseguiram o mesmo resultado em relação a primeira jornada do ano passado, na vitória por 0-2, diante do Benfica de Luanda, no Estádio dos Coqueiros, onde Geraldo e Gelson foram os autores dos golos

Para o duelo frente aos proletários a equipa técnica do 1º de Agosto está apostada em manter na senda da vitória, não obstante reconhecer que o 1º de Maio  procura a todos custo dar alegria a sua massa associativa com um triunfo.  
JN


INGRESSOS
Proletários unidos para recepção
aos militares com estádio lotado


A direcção do 1º de Maio de Benguela vai colocar à venda cerca de quatro (4) mil bilhetes para o jogo de sábado, com o 1º de Agosto  pelas 15h30’, no estádio municipal Edelfride Palhares da Costa “Miau” para a terceira jornada do Girabola.

A Polícia Nacional, os Serviços de Protecção Civil e Bombeiros e o Instituto Nacional de Emergência Médica de Angola (INEMA) foram já mobilizados para a manutenção da ordem e disciplina dentro e fora do recinto do jogo.

 Os proletários das acácias rubras na jornada anterior foram incapazes de conservar a vantagem de dois golos e deixaram-se empatar frente ao Progresso Sambizanga que, segundo relatos, beneficiou do factor sorte.

O guarda-redes Fany foi infeliz no lance que ditou o empate sambila ao sair em falso, deixando desguarnecida a baliza. Foi como que um balde de água fria que gelou por completou o calor de alegria que se fazia sentir no seio dos benguelenses que à distância seguiam as incidências de desenrolar dos acontecimentos na cidade capital.

Desta vez, o adversário é de outro nível competitivo. O 1º de Agosto é dos pesos pesados do nosso GirabolaZap e, por isso, não vai querer deixar os seus créditos em mãos alheias. Ou seja, vem a Benguela para somar os três pontos, facto que, a acontecer, pode atrapalhar os intentos do 1º de Maio de Benguela que, vai procurar no mínimo não perder e, desta, refazer-se da escorregadela sofrida na jornada passada.De resto, os proletários têm um teste que vai avaliar asua  capacidade de reacção.
JÚLIO GAIANO, em Benguela