Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo revela baixa produo no ataque

JORGE NETO - 19 de Setembro, 2017

Militares marcaram 4 golos em 5 jogos

Fotografia: Jos Soares| EDIES NOVEMBRO

O empate nulo do 1º de Agosto, diante do Progresso do Sambizanga, no domingo, confirmou a baixa produtividade do ataque militar, que nos últimos cinco jogos marcou  quatro golos, revela uma média de menos de uma finalização por  desafio.Os avançados demonstram fraca pontaria no último toque, só assim se justifica o número reduzido de golos apontados pelo conjunto rubro -negro, neste período, e que pode surtir efeitos negativos na corrida à revalidação do título. Aliás, em face do empate nulo de domingo frente aos sambilas, o conjunto militar cedeu a liderança ao rival Petro de Luanda, que venceu na mesma jornada (25ª) a Académica do Lobito, por 4-2.

A vitória sobre o Petro de Luanda, por 1-0, faz crer que os pupilos de Dragan Jovic  mostrassem mais motivação para o desafio seguinte, o que não aconteceu, pois acabaram por não ter a pontaria em dia, frente aos sambilas, quando a estatística do jogo apontou 20 remates à baliza adversária, menos de 10 foram enquadrados.

Talvez a ausência do melhor marcador da equipa, por lesão, o cabo-verdiano Rambé, 11 golos, esteja a influenciar no não acerto à baliza, no domingo passado, mas a estatística mostra que não é uma situação recente.Depois do 3-0, aplicado ao Desportivo da Huíla na 20 jornada, os agostinos tiveram uma média de um golo por jogo, ficaram em branco num deles, ganharam três e empataram dois, ou seja, frente ao FC Bravos do Maquis (0-1), Sagrada Esperança (1-0), Santa Rita de Cássia (1-1), Petro de Luanda (1-0) e Progresso do Sambizanga (0-0).

A faltar cinco jornadas para o final do Girabola Zap, os militares passaram à condição de dependentes, quando dependiam de si, após derrotarem os petrolíferos. A equipa técnica trabalha para encontrar soluções, devido a ausência de Rambé, e deposita  confiança em Vado (quatro golos), Nelson da Luz (três), Guelor (três) e Geraldo (seis), este que ganhou mais minutos de jogo no domingo, depois de recuperar da lesão.

O próximo jogo do 1º de Agosto é diante do Recreativo do Libolo, no Estádio 11 de Novembro, desafio em que a conquista dos três pontos vai ser o único objectivo para  manter acesa as esperanças da revalidação do título.