Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo acorda no topo

Jorge Neto - 01 de Outubro, 2017

Campeo nacional despoja tricolores da primeira posio da tabela de classificao do Campeonato nacional

Fotografia: Jos Soares | Edies Novembro

Sem precisar exibir um futebol de luxo a equipa do 1º de Agosto foi suficientemente competente para derrotar ontem, por 1-0, o Recreativo do Libolo, com golo de Dani Massunguna, e destronar o Petro de Luanda da liderança do Girabola Zap. Os libolenses dignificaram o desafio. Ainda assim, só podem se queixar de si mesmos, pois tiveram chances para outra sorte no duelo de campeões.

Os militares entraram dispostos a marcar cedo, pois sabiam que uma vitória os colocaria novamente na liderança do campeonato, depois da derrota do rival Petro de Luanda, diante do Desportivo da Huíla, no Lubango. Do lado dos agostinos, o regresso do defesa-central e capitão de equipa deu consistência à defensa.

A jogar em casa os pupilos de Dragan Jovic assumiram as rédeas do jogo, criaram mais oportunidades para marcar, mas faltava acertar na finalização, uma vez que Geraldo e Dani Massunguna não encontravam a fórmula para bater o guarda-redes Landu nas tentativas que fizeram.

Apesar do tempo ir passando os rubro-negro nunca entraram em desespero, cadenciaram o jogo e apostaram em jogadas construídas a partir da sua zona intermédia, com os médios a terem uma grande intervenção. A paciência dos agostinos foi recompensada aos 40´, com o golo de cabeça de Dani Massunguna, após cruzamento de Medá. O atrevimento do capitão acabou com festejos, depois do regresso à titularidade, devido aos três jogos de ausência em virtude do falecimento do seu pai.

A infelicidade afastou Manucho Dinis do jogo, recebeu a notícia da morte do irmão, por este motivo, foi retirado dos convocados do técnico Dragan Jovic para este desafio, onde o objectivo era somente a vitória.

O desafio foi jogado num bom ritmo, as duas equipas procuraram mostrar um bom espectáculo aos poucos adeptos que se deslocaram ao 11 de Novembro, maioritariamente afectos à formação militar.

No segundo tempo, Dragan Jovic teve uma contrariedade, o guarda-redes Tony Cabaça queixou-se de dores na coxa esquerda e foi substituído por Nuno. Esta mexida em nada alterou a consistência defensiva dos agostinos.

No banco dos libolenses André Macanga manteve-se em pé, bastante interventivo, a puxar pelos seus pupilos, que encontravam dificuldades para passar pelos defesas do 1º de Agosto e incomodar Nuno. Do lado contrário, Nelson e Macaia não tiveram a pontaria em dia para finalizar com êxito. A cabeçada do primeiro embateu no poste, enquanto segundo cabeceou para cima da baliza de Landu.

O 1º de Agosto manteve o pé no acelerador. Sabendo que o Libolo num jogada, ainda que fortuita, poderia chegar ao empate, tentou chegar ao segundo golo para garantir a tranquilidade no duelo.

Já os libolenses, a correr atrás do prejuízo, apostaram no ataque, Nelito foi lançado para o lugar do defesa-central Celson, num clara intenção de pressionar o sector mais recuado o 1º de Agosto, procurando chegar a igualdade, que não chegou a acontecer.

MELHOR EM CAMPO
Defesa decisivo 


O capitão Dani Massunguna marcou o único golo do desafio, tendo decidido o resultado final, dando a vitória a sua equipa. No seu regresso à equipa, depois de três jogos, em virtude do falecimento do seu pai, o experiente defesa-central deu consistência defensiva e foi decisivo no ataque. A cabeçada certeira, aos 40´, foi o seu primeiro golo esta época e calhou ser no clássico diante do Recreativo do Libolo. O jogador terá homenageado o seu pai, pois para além dos três pontos, o golo deu igualmente a liderança ao campeão.

ARBITRAGEM
Bom trabalho


O trabalho do árbitro Rodrigues Aleixo não sofre qualquer contestação. O juiz acompanhou de perto as jogadas, mostrou apenas em duas ocasiões o cartão amarelo no jogo, ambos no primeiro tempo, numa clara demonstração que os jogadores pautaram-se por uma atitude de desportivismo. No segundo tempo, mostrou mais duas vezes o cartão amarelo, mas sempre com o desafio sob o seu controlo. Bom trabalho.

Ivo Traça
1º de Agosto
“O jogo correu-nos bem”

"Estamos a trabalhar para ficar em primeiro lugar. Hoje (ontem) o jogo nos correu bem e vamos tentar manter-nos nesta posição. O Tony Cabaça saiu lesionado, é algo que faz parte do jogo, mas com certeza a equipa médica vai fazer tudo para contarmos com o jogador no próximo desafio. Acho que todos os jogos serão difíceis até ao final do campeonato e não este ou aquele adversário".


André Macanga  
Libolo
“Felicito a minha equipa”

"Hoje (ontem) tenho que felicitar a minha equipa pelo jogo que fez, pela organização que teve. Viemos aqui a Luanda e fizemos o nosso jogo, criámos oportunidades mas, infelizmente, não conseguimos marcar e o 1º de Agosto aproveitou um erro nosso. Vamos lutar pela posição que for possível, vamos pensar jogo a jogo e fazer as contas no final do campeonato".