Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo desautoriza polcias

Valdia Kambata - 06 de Março, 2016

Recreativo do Libolo manteve tradio ao vencer o Interclube num jogo em que esteve em desvantagem no marcador

Fotografia: Mota Ambrsio

O Recreativo do Libolo, depois do empate frente ao Kabuscorp, no acerto da segunda jornada, a dinâmica de vitórias voltou a apoderar-se do campeão nacional e mantém assim o domínio nos jogos frente ao Interclube

Em menos de dois minutos a equipa orientada por João Paulo Costa com classe e alguma sorte a mistura, virou o resultado a seu favor, mantendo o seu prestígio e estatuto na prova.

 Os policias  adiantaram-se no marcador aos 11' por intermédio de Moco, a castigar uma falta de Edy Boyon sobre Cachi, dentro da grade área. O atacante com muita classe atirou a bola para um lado e o guarda-redes para o outro.

 A formação de Calulo, apesar da desvantagem não baixou os braços e assumiu o controlo da partida, enquanto os anfitriões sem grandes alternativas apenas defendia, sem no entanto, poder criar situação de ataque com cabeça tronco e membro.

 A situação do Interclube agudizou-se ainda mais quando o médio ofensivo Abianda saiu lesionado. Desmontado o esquema táctico, os policias ficaram perdido em campo. Nandinho chamado  a entrar para o lugar de Abianda, não enquadrou-se no jogo.

 O Recreativo do Libolo, mais sereno procurava o golo do empate com muita paciência e tranquilidade. Foi assim que numa jogada de contra-ataque, Dany aproveitou um ressalto de bola e a entrada da grande área rematou forte sem grandes possibilidades para o Jb, restabeleceu a igualdade. No reatamento, os polícias apresentaram-se com outra disposição. O técnico lançou Paz e Mabululu. Com isso, passaram a atacar mais criando melhores oportunidades.  Fruto da boa combinação no ataque, o Interclube ganha mais um penalti aos 80'.  Chamado a marcar o castigo máximo na sequência da falta que sofreu Moco, não consguir repetir o feito da etapa inicial e permitiu a defesa de Ricardo Baptista.

A equipa de arbitragem esteve bem na primeira parte permitindo as equipas a fazerem o seu jogo, já na etapa complementar o trio de arbitragem chefiado por António Dungula mostrou alguma apatia.


Opinião dos Técnicos


Abílio Amaral  (Adjunto do Interclube)
“O adversário fez um bom jogo”


“Tivemos um bom início de partida, onde conseguimos fazer um golo, porém, não mantivemos a vantagem. Demos o meio campo ao adversário, onde a nossa equipa teve algumas dificuldades para fazer a transição rápida para o ataque. Só podemos nos queixar de nós mesmo e dar os parabéns a equipa adversária que fez um bom jogo”

João Paulo Costa (Cr libolo)
“A minha equipa está de parabéns”


 “Foi uma excelente resposta da minha equipa que  mostrou muita qualidade. Entramos a sofrer um golo, mas demos voltas ao resultado com muito carácter. Temos de realçar que a nossa equipa fez três jogos em menos de sete dias, ainda assim, demonstrou muita atitude. Parabéns a minha equipa por tudo aquilo que fez”