Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo entra em aco

Paulo Caculo - 22 de Fevereiro, 2017

Militares favoritos na recepo aos planlticos na estreia do Campeonato Nacional

Fotografia: Jos Cola

A primeira jornada do Girabola Zap 2017 fica concluída hoje, a partir das 17h00, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, com o inédito desafio entre as formações do 1º de Agosto e o JGM Académica Sport Clube do Huambo, que marca a estreia dos militares,  na competição. 

O jogo, inicialmente agendado para o dia 11 do corrente, acontece agora devido ao engajamento da equipa militar nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos, em que foram eliminados no domingo, no mesmo Estádio, pelo Kampala City, do Uganda, não obstante a vitória insuficiente  por 2-1, face à derrota na primeira mão, por 1-0.

As previsões apontam para um duelo entre duas equipas, que não são do mesmo campeonato, e que percorrem objectivos manifestamente distintos: enquanto o 1º de Agosto parte focado para a revalidação do título conquistado na época passada, o JGM ambiciona colher os pontos necessários para a manutenção no campeonato.

Embalados nesta visão, prevê-se um jogo em que os militares vão procurar mandar na partida, assumir o domínio territorial da contenda, conservar a posse de bola, e consequentemente, justificar com um triunfo o favoritismo que lhes é apontado neste desafio. Do outro lado, vai estar uma formação do Planalto Central disposta a contrariar ao máximo o favoritismo do adversário, sobretudo preparada para provar com argumentos suficientes,  a fim de surpreender o campeão em título, em casa deste, diante dos seus adeptos.  
    
Fracassado o objectivo de entrada na fase de grupos da \'Champions\', aos militares restam as competições internas. E, neste aspecto, melhor começo de campeonato não se espera dos rubro -negros nesta estreia no Girabola Zap, que não seja uma vitória convincente  diante do antagonista do Huambo, suficiente para redimir-se do afastamento prematuro das competições africanas.

Para tal, ao 1º de Agosto cabe estar à altura das exigências de um campeonato, cuja procissão ainda está  no adro, porém, com as expectativas de vir a ser muito competitivo. A ver vamos, no entanto, se o campeão prova com um triunfo esta tarde, ter digerido a eliminação na competição da Confederação Africana Futebol (CAF).

Ao contrário do seu antagonista, o JGM vem de um empate, na última jornada do campeonato, frente a Académica do Lobito, facto que permite encarar o jogo com a ambição de conquistar o primeiro triunfo na prova.

AVANÇADO CABO -VERDIANO
Rambé é opção de Dragan Jovic


A estreia do avançado cabo-verdiano Rambé, último reforço do 1º de Agosto na primeira fase de inscrições, pode ser a grande novidade no jogo de hoje às 17h00, no Estádio 11 de Novembro, diante do JGM Académica Sport do Huambo. que encerra a primeira jornada do Girabola Zap 2017.

Os adeptos militares aguardam com muita expectativa para ver o cabo-verdiano em acção. Aliás, o técnico Dragan Jovic confirmou na segunda-feira, que o jogador vai ser opção por 20 ou 30 minutos no desafio que marca igualmente a estreia do 1º de Agosto no Girabola Zap 2017, depois de ver adiado os dois primeiros jogos, dado os compromisso nas preliminares de acesso á fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos, competição em que foi eliminado pelo Kampala City, do Uganda.

Os agostinos vão entrar para o jogo com o objectivo de mostrar que estão refeitos do afastamento das Afrotaças, e conquistar a primeira vitória no Girabola Zap 2017 diante de um adversário de \"outro\" campeonato, mas certamente vai bater-se com determinação. Os campeões nacionais reconhecem que são superiores, por isso, assumem o favoritismo diante do opositor, que vem à capital  com a missão de evitar a derrota e regressar com pelo menos um ponto na bagagem.

As possíveis baixas de três jogadores, em nada diminui as ambições do conjunto agostino, que entra para o desafio sem qualquer ponto, e em desvantagem de seis em relação aos comandantes Kabuscorp do Palanca e Recreativo do Libolo.

A vitória de 2-1, nas Afrotaças, embora não servisse para as encomendas, serve de motivação para os primeiros três pontos no Girabola Zap, tendo em conta que têm como palco o mesmo Estádio, onde derrotaram o conjunto ugandês. A equipa técnica trabalhou os três sectores em duas sessões de treino para que não cometer os erros do desafio diante do conjunto ugandês, apostar numa defesa forte, um meio -campo entrosado e um ataque finalizador.

Geraldo aparece como uma das principais referências, na zona de finalização, e aos poucos começa a assumir a responsabilidade das duas estrelas (Ary Papel e Gelson) que deixaram o clube no final do campeonato passado.
JORGE NETO


LESÃO
Três jogadores
em dúvida


O médio ofensivo Buá, o avançado Diogo Rosado, e o lateral direito Isaac, recuperam de mazelas contraídas, e podem falhar o jogo de estreia de hoje à tarde, no Estádio 11 de Novembro,  que a acontecer são grandes baixas diante da formação do JGM do Huambo, para o desafio de acerto ao calendário da primeira jornada do Girabola Zap 2017.

Os três jogadores contraíram mazelas na partida de domingo, frente ao Kampala City Council, do Uganda, pontuável para segunda mão da primeira eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos.

Os constantes choques com os ugandeses, que optaram pelo contacto físico, acabou por resultar em sequelas para os jogadores agostinos, que saíram tocados depois do apito final do árbitro do Congo Democrático.

Os três atletas foram titulares no jogo das Afrotaças, e  são desfalques caso não recuperem à tempo, para o jogo desta tarde.Ontem à tarde, no treino realizado no Estádio 11 de Novembro, os jogadores trabalharam condicionados, e o corpo médico aguarda por resposta positiva nas próximas horas.

Por seu lado, a equipa técnica liderada pelo bósnio Dragan Jovic trabalhou com base em alternativas, em que Gogoró, Vado e Mingo Bile são fortes candidatos a ocupar as eventuais vagas.