Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo melhora finalizao

Jorge Neto - 19 de Abril, 2017

Militares defrontam libolenses animados com goleada sobre sambilas

Fotografia: Jose Soares | Edies Novembro

O ataque do 1º de Agosto, pela primeira vez esta época, aplicou uma goleada, por 4-0, a vítima foi  o Progresso do Sambizanga, na jornada passada, em plena véspera do clássico com o Libolo, no domingo, em Calulo, apresenta uma amostra  do trabalho que o técnico -adjunto Ivo Traça tem referido, parece estar a surtir os efeitos desejados.

Desde à primeira jornada do Girabola Zap que se fala sobre o pouco acerto dos avançados agostinos com as balizas adversárias, ou mesmo a falta de um goleador-nato, apesar das contratações de Rambé, Diogo Rosado e Guelor.

A estatística mostra que os dois primeiros somam quatro golos, três para Rambé e um para Diogo Rosado, e nenhum para Guelor, que tem menos jogos disputados, por causa de uma lesão que o afastou dos primeiros seis jogos do campeonato.

O dérbi de sábado, mostrou que caso esteja em \"dia sim\", os avançados podem fazer golos. Neste particular, surge o cabo-verdiano Rambé. Depois de algumas contestações dos adeptos militares, mostrou nova cara e pinta de \"matador\". O \"bis\" diante dos sambilas provou não só que o reforço militar é bom na finalização, como também na dança, pela forma como festeja os tentos.

O avançado veste a camisola 27, utilizada por Gelson, pode escrever uma nova história na equipa rubro-negro e quiçá, marcar presença novamente no \"onze\" inicial, desta vez na deslocação à Vila de Calulo ao encontro do Recreativo do Libolo,  no sábado, jogo referente à 11ª jornada. 

O resultado mais expressivo que os campeões nacionais lograram este ano, foi o 3-0, em Benguela, diante do 1º de Maio,  desafio a contar para a terceira jornada, com golos de Vado, Diogo Rosado e Mingo Bile. De lá para cá, e antes disso, os placares variavam  de um, dois, ou mesmo nenhum golo.

Em 2016, os agostinos até à saída da 10ª jornada, não tinham goleado nenhuma equipa por 4-0, mas marcaram três golos, em quatro jogos, ou seja, na 2ª ronda diante do Progresso do Sambizanga (3-0), na 4ª jornada sobre a Académica do Lobito (3-1), 5ª jornada na recepção ao Progresso da Lunda Sul (3-1) e na 7ª ronda frente ao Recreativo do Libolo (3-1), no Estádio 11 de Novembro.

Este ano, é igualmente a primeira vez, que um avançado assume a artilharia da equipa, depois do defesa/médio Mingo Bile, e o médio Nelson da Luz serem os protagonistas. O momento, agora é de Rambé, que totaliza três tentos.                            
JN