Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Campeo tenta repetir caa leonina no Tafe

Betumeleano Ferro - 16 de Dezembro, 2019

1 de Agosto favorito na deslocao ao Norte do pas para defrontar o Sporting

Fotografia: Edies Novembro

O 1º de Agosto gosta de ser um caso sério quando ninguém espera. A bem da verdade, a artilharia militar costuma desbaratar os adversários rotulados de complicados como o Sporting de Cabinda. O campeão passeou na época passada no Tafe, as facilidades foram tantas que os leões ainda estão em sentido e com calafrios do que aconteceu, o desejo de dar o troco é um item a ter em conta, mas quando o árbitro apitar quarta-feira, também com início às 15h00, é consensual que todos vão estar a espera que os militares triunfem no desafio em atraso para a 14ª jornada.
O campeão é especialista em fugas inesperadas que culminam sempre com resultados folgados, é provável que volte a acontecer mais uma vez, não porque o Sporting de Cabinda seja pêra doce, os leões até costumam dar muito trabalho no seu Tafe, mas o detalhe é que o 1º de Agosto quando engata só pára quando o árbitro apita.
A eficácia ofensiva do campeão pode ajudar a separar as águas, se tirar o primeiro zero do marcador mais facilmente vai ser capaz de engordar o placar, até mesmo se os leões acusarem o toque e renunciarem ao empate. A moralização vai aumentar a confiança do 1º de Agosto, a mão na massa vai fazer com que a qualidade sobressaia para ofuscar por completo o adversário.
O 1º de Agosto tem pontos fracos, mas para explorá-los o Sporting tem de beneficiar de todas as condições favoráveis, via de regra as equipas grandes têm poucos dias maus, mas mesmo quando estes aparecem o adversário tem de ser eficaz para aproveitar fugir no resultado, essa é a única maneira de aproveitar bem o desnorte do mais forte.
A dividir as atenções entre a fase de grupos da Champions e o campeonato, o 1º de Agosto já percebeu que desta vez não vai conseguir levar os dois ossos ao mesmo tempo, a intenção até existe mas os resultados começam a apelar a algum realismo, motivo por que os militares querem se agarrar a competição mais importante, fica claro que se for o Girabola Zap, é nele que vão apostar todas as fichas.
Os leões andam ansiosos para caçar uma grande presa, uma vitória sobre o campeão nacional vai deixar eufórica as hostes leoninas, mas a equipa do enclave está consciente de que mais do que fantasiar, vai ter de mostrar acções próprias de quem tem competência para conseguir surpreender um oponente poderoso com o gabarito do 1º de Agosto.
Um empate chega para deixar o Sporting de Cabinda de cabeça erguida, travar o campeão é sempre um privilégio para valorizar, mas se o pontito é motivo de alegria no seio dos leoninos o inverso acontece com os militares. É verdade que vai ser um resultado surpreendente, é contra essa possibilidade que os militares vão lutar, no plano teórico o jogo está ganho, agora só falta confirmar se possível até durante os descontos, realmente às vezes a estrelinha dos campeões brilha em todos os momentos.