Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Candidatos desperdiam pontos

Avelino Umba - 11 de Setembro, 2016

Interclube e Kabuscorp do Palanca protaganizaram ontem no Estdio 22 de Junho uma partida emotiva faltando apenas os golos

Fotografia: Jos Soares

O dérby Interclube - Kabuscorp não correspondeu a expectativa. Os dois conjuntos conformaram-se à partida com empate e não fizeram jus ao estatuto que detém no campeonato nacional. O jogo teve alguns momentos tensos, ainda assim longe do esperado.
 
Os dois candidatos ao título têm potencial e um prestígio a defenderem, por isso, podiam fazerem muito mais e melhor o que não aconteceu, pois, pareciam equipas que ambicionam apenas a melhoria da classificação.
  
Conformados com a sua sorte na prova, polícias e palanquinos deixaram a impressão de estarem em campo apenas para cumprirem mera formalidade do que jogarem para a conquistarem os três pontos e brindarem as respectivas massas associativas com boa exibição. Os primeiros 45' foi emotivo com os jogadores bastante inspirado a suar camisolas com o objectivo de chegarem cedo ao golo, mas faltava concentração, eficácia e determinação no momento certo para fazerem funcionar o marcador.

O Interclube, a jogar em casa foi a equipa que desde o primeiro minuto dominou a posse de bola. Jaime Pulson, aos 28', numa posição privilegiada podia fazer o primeiro golo da partida, mas preferiu mandar a bola para ao lado da baliza defendida por Rubian.

O Kabuscorp minutos depois respondeu na mesma moeda com Lami num rasgo individual passou por vários adversários e foi parado apenas em falta a entrada da grande área.

Antes do árbitro da partida mandar as duas equipas para o merecido descanso, Dasfaa aos 34', assistido por um remata forte rentinho poste direito da baliza dos palanquinos.

No inicio da etapa complementar a tónica do jogo teve o mesmo ritmo da primeira parte. O Interclube  a aproveitar  o factor casa e o Kabuscorp a procurar anular todas as suas investidas. Aos 76', numa jogada bem ensaiada entre Meda e Mano, os dois atletas não conseguiram dar melhor sequência ao lance.

O trabalho do trio de arbitragem não esteve a altura de um jogo desta dimensão. Esteve inseguro e demonstrou alguma falta de coordenação com os seus auxiliares.


Declarações dos técnicos

Abílio Amaral
(Adjunto do Interclube)

“Merecíamos um golo”

"Em termos de jogo jogado, a nossa equipa mostrou qualidade e atitude.Penso que merecíamos um golo ou mesmo dois, mas não foi possível. Contudo, estamos satisfeito com aquilo que a equipa mostrou dentro das quatro linhas, mas infelizmente não conseguimos concretizar as nossas intenções. O resultado acaba por ser justo".


Romeu Filemon
(técnico do Kabuscorp)

“Dispensa imprensa”

O treinador do Kabuscorp do Palanca, Romeu Filemon, não se fez presente na sala de conferência de imprensa, onde era aguardado pela comunicação social, como rezam os regulamentos. Foi nos informado que estava reunido com a direcção e não teve o cuidado de indigitar alguém para o representar.