Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Capitão palanquino com discurso vitorioso

Manuel Neto - 22 de Outubro, 2016

Equipas estão a lutar para a vitória em busca dos seus interesses

Fotografia: Kindala Manuel

O  defesa central  da equipa do Kabuscorp do Palanca, Silva, considerou em declaração ao Jornal dos Desportos, antes do último treino realizado no  seu campo situado ao Camama, que o jogo  de amanhã  com o  4 de Abril, é de desfecho imprevisível, mas  não obstante isso, acredita  que a sua equipa vai arrebatar os três pontos.

“É um bom jogo em perspectiva, onde estarão duas  equipas a lutar freneticamente para a  vitória,  em busca dos seus interesses, aliás,  a equipa  do 4 de Abril  está afoita em realizar uma ponta final empolgante, uma vez que necessita imprescindivelmente de pontuar nos três jogos que tem pela frente, para  ainda  sonhar com a manutenção do Girabola”,  disse.

O capitão palanquino recordou com tristeza, o jogo da jornada anterior com o 1º de Agosto, em que a sua equipa saiu derrotada, mas ainda assim, o atleta considera que foi um bom jogo, em que o grupo falhou apenas na finalização,   advoga que o trabalho da semana  focou sobretudo  na superação de erros cometidos  naquele jogo, de forma  a serem eficientes nos jogos subsequentes.

“Em função do jogo que se avizinha, realizamos um trabalho integral nos mais variados sectores da nossa equipa, nomeadamente, defesa, meio campo e o ataque, com realce para  o sector ofensivo, que a nosso ver  é o que mais falhas  comete. Mas ainda assim, acredito num futuro promissor da equipa,  espero que neste jogo  se diminuam ao máximo as habituais falhas”, disse.

Silva mostra-se  inconformado, por não ter alcançado os objectivos traçados para época, mas acredita que o próximo ano seja melhor para o seu clube, a julgar pela ambição que a mesma nutre nas provas em que participa.

“A desilusão não é apenas minha, mas  de todas as pessoas que se identificam com o clube, falo dos atletas,  equipa técnica, direcção e até mesmo dos adeptos. São coisas do futebol, mas tenho a certeza que a próxima época seja melhor”, asseverou.