Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

CDH quer surpreender Sagrada

10 de Setembro, 2015

Desportivo da Hula disposto a obter um triunfo encerra a preparao para o duelo com o Sagrada Esperana

Fotografia: Eduardo Pedro

A equipa técnica do Clube Desportivo da Huíla (CDH), está a aprimorar  o grupo para não ser surpreendido no jogo de sábado, no Dundo, diante do Sagrada Esperança da Lunda Norte, válido para a 25ª jornada do Girabola 2015, como disse ao Jornal dos Desportos, o técnico Ivo Traça. Os treinador dos militares da Região Sul, referiu que o Sagrada Esperança é uma equipa que também esta a atravessar um mau momento no campeonato, pois não tem obtido bons resultados e recordou que a formação ganhou na primeira volta ao CDH no Lubango.

“Estamos a trabalhar para não sermos surpreendidos na Lunda (Norte). Eles em casa jogam muito bem”, reconheceu Ivo Traça. Acrescentou, que o Sagrada Esperança é um conjunto muito forte, que sabe jogar bem a bola, mas que não está a atravessar um bom momento, principalmente na segunda volta do campeonato. “É uma pena por estar (Sagrada Esperança) a atravessar um mau momento, também já passamos por isso, sabemos que vai ser um jogo muito difícil”, disse.

Ivo Traça referiu que o amigável com Benfica de Luanda, realizado terça-feira, foi um excelente treino, porque ajudou a analisar o movimento da equipa em todos os aspectos defensivos, ofensivos e as compensações. Revelou que depois do amigável diante dos encarnados da capital, observou alguns aspectos que devem ser corrigidos, apesar de não serem muitos.

“A formação do Benfica de Luanda neste jogo -treino apresentou-se como estávamos a pensar, que pode acontecer com o Sagrada Esperança. Agora resta-nos  trabalhar os outros dias. Temos quinta-feira (hoje) e sexta-feira (amanhã) ainda para podermos trabalhar, com vista ao jogo com os diamantíferos”, ressaltou.

TRABALHO
Ivo Traça promete melhorias


O treinador do Clube Desportivo da Huíla, Ivo Traça, prometeu aprimorar mais os aspectos defensivos, agressividade no meio campo e a vertente ofensiva nos dois dias que restam para o término da preparação. “Para se ganhar jogos também temos de fazer trabalhos ofensivos, finalização e coordenação na linha dianteira”, assegurou. Ivo Traça reconheceu, que o conjunto ainda não está bem na tabela classificativa, com 29 pontos, o que implica muito mais trabalho.

Explicou que as equipas que o perseguem não estão distantes, porque uns estão a dois pontos e outros a três. Por essa razão, destacou, “este Girabola está a ser uma incógnita de jornada após jornada, porque hoje ganho eu e amanhã ganhas tu”, frisou. Anunciou continuar trabalhar mais, porque os 29 pontos somados até agora, ainda não permitem “dizer que estamos bem”.

“Vamos agora jogar na Lunda (Norte), onde teremos um jogo muito difícil, diante de uma equipa (Sagrada Esperança) que está a lutar para sair da posição em que está. É também uma das equipas candidatas ao título. Já ganhou o Campeonato Nacional. E nós vamos ter de trabalhar muito para fazer um jogo positivo na Lunda Norte”, prometeu.

O Desportivo da Huíla na sua deslocação ao Dundo não vai contar com os concursos de Josinha, Emanuel, Gancho e Elísio. “Temos o regresso do Danilson. Vamos continuar a trabalhar com esses jogadores que temos e recuperar o Danilson para ver se faz os últimos jogos”, revelou o treinador.
GH