Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Chuva atrapalha sambilas

Loureno Bule, em Menongue com Avelino Umba - 13 de Março, 2016

Yano marcou o golo que d vantagem ao Progresso no desafio que foi interrompido devido a chuva que se abateu no Cuando Cubango

Fotografia: Kindala Manuel

A forte chuva que se abateu ontem à tarde sobre a cidade de Menongue, Cuando Cubango, pode ter atrapalhado a pretensão do Progresso Sambizanga em conquistar a primeira vitória no Girabola Zap, pois quando o jogo foi interrompido, aos 55 minutos, os sambilas venciam o 4 de Abril, por 1-0, golo de Yano, aos 26´.  Em função disso, o jogo ficou remarcado para hoje, às 9h30,

Apesar das péssimas condições climatéricas, marcada com chuvas torrenciais a partir da segunda parte, o jogo entre as duas equipas foi marcado por um grande equilíbrio até ao apito final do árbitro Aylton Carmelino, aos 55 minutos, uma vez que o relvado ficou submerso, por isso, sem hipóteses de garantia de continuidade da partida.

O 4 de Abril do Cuando Cubango, entrou na partida com vontade de vencer, ao mostrar o primeiro sinal de golo aos 16 minutos, quando Vander, rematou forte para a baliza defendida por Nyame.

Aos 24 minutos, o mesmo Vander, mostrou ânsia de golo a rematar ao lado da baliza defendida por Nyame. Mesmo jogando fora de casa, o Progresso Sambizanga não arregaçou as mangas e partiu para cima do adversário com jogadas combinadas e aos 26 minutos, Yano marcou o único golo da partida, depois de receber um passe de Silva.

O 4 de Abril, aos 30 minutos, teve a primeira contrariedade do jogo, após lesão sofrida por Geuda, tendo o treinador João Machado lançado para o relvado o experiente Borra e, aos 46 minutos, colocou Manucho no lugar de Paulucho.

O Progresso Sambizanga redobrou a sua "fúria" e Yano, aos 36 minutos, obrigou o guarda-redes do 4 de Abril do Cuando Cubango a uma defesa de recurso. Aos 40 minutos, Kadu dentro da área desfere um remate para as malhas laterais da baliza defendida por Nyame.

Contudo, dada a intensidade da chuva, aos 55 minutos, o árbitro Aylton Carmelino, que realiza uma boa arbitragem, teve que interromper o jogo, devendo os últimos 35, serem disputados esta manhã no mesmo estádio (Municipal de Menongue).