Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Corola deixa bons indicadores

Augusto Panzo - 18 de Junho, 2016

Treinador aviador recebe voto de confiana da direco do clube

Fotografia: Jos Soares

O percurso do técnico José de Carvalho "Corola", desde que assumiu o comando do ASA, em substituição do brasileiro Roberto Luís Oliveira do Carmo "Robertinho" na 11ª jornada, afastado por maus resultados, deixa bons indicadores.

Em quatro partidas, o treinador interino da formação do aeroporto obteve uma vitória, uma derrota e dois empates, o que resultou em cinco pontos, menos nove que o seu antecessor, em mais de 11 jogos.

Até à 11ª ronda do Girabola Zap 2016, altura em que a direcção do ASA prescindiu dos préstimos de Robertinho, a equipa contava com o mesmo número de jogos, dos quais obteve três vitórias e oito derrotas, o que lhe confere a soma de nove pontos, apenas mais quatro que os que amealha agora, em quatro jogos.

 Depois de alguns dias, a direcção aventou a hipótese de contratação de um novo treinador, a intenção parece estar em "banho maria", o que pode presumir que em função dos resultados, Corola merece(u) o voto de confiança dos dirigentes, que protelam a contratação de um novo treinador, para assumir o "comando da aeronave" até ao fim da presente época futebolística.

O JD sabe, que o presidente do ASA, Elias José, esteve a fazer algumas pesquisas no mercado a fim de encontrar o possível substituto de Robertinho, mas de um tempo à esta parte, o assunto deixou de ser motivo de preocupação.

À conversa com o nosso jornal, o dirigente garantiu que dava mais algum tempo ao jovem, em razão das performances até aqui conseguidas, não obstante, o desafio e responsabilidade que pesam sobre o jovem treinador.

"Acho prematuro tomar alguma decisão sobre este assunto. Prefiro aguardar mais um pouco, porque o jovem está a dar boas referências. Vamos dar mais um tempo ao treinador, que está a orientar muito bem a equipa, aliás, até é filho da casa", assumiu o dirigente máximo do clube do bairro Mártires de Kifangondo. O percurso do técnico José de Carvalho "Corola", desde que assumiu o comando do ASA, em substituição do brasileiro Roberto Luís Oliveira do Carmo "Robertinho" na 11ª jornada, afastado por maus resultados, deixa bons indicadores.

Em quatro partidas, o treinador interino da formação do aeroporto obteve uma vitória, uma derrota e dois empates, o que resultou em cinco pontos, menos nove que o seu antecessor, em mais de 11 jogos.

Até à 11ª ronda do Girabola Zap 2016, altura em que a direcção do ASA prescindiu dos préstimos de Robertinho, a equipa contava com o mesmo número de jogos, dos quais obteve três vitórias e oito derrotas, o que lhe confere a soma de nove pontos, apenas mais quatro que os que amealha agora, em quatro jogos.

 Depois de alguns dias, a direcção aventou a hipótese de contratação de um novo treinador, a intenção parece estar em "banho maria", o que pode presumir que em função dos resultados, Corola merece(u) o voto de confiança dos dirigentes, que protelam a contratação de um novo treinador, para assumir o "comando da aeronave" até ao fim da presente época futebolística.

O JD sabe, que o presidente do ASA, Elias José, esteve a fazer algumas pesquisas no mercado a fim de encontrar o possível substituto de Robertinho, mas de um tempo à esta parte, o assunto deixou de ser motivo de preocupação.

À conversa com o nosso jornal, o dirigente garantiu que dava mais algum tempo ao jovem, em razão das performances até aqui conseguidas, não obstante, o desafio e responsabilidade que pesam sobre o jovem treinador.

"Acho prematuro tomar alguma decisão sobre este assunto. Prefiro aguardar mais um pouco, porque o jovem está a dar boas referências. Vamos dar mais um tempo ao treinador, que está a orientar muito bem a equipa, aliás, até é filho da casa", assumiu o dirigente máximo do clube do bairro Mártires de Kifangondo.