Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Cosano foca atenes no objectivo da poca

Edvaldos Lemos - 29 de Fevereiro, 2020

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Petro de Luanda encara o jogo desta tarde, na recepção ao Recreativo da Caála, com cautela para não ser surpreendido, na fase crucial da época.
O técnico Toni Cosano, que não vai orientar a equipa no banco, devido à expulsão na última partida dos tricolores, admitiu que nesta fase da competição todos os adversários estão muito mais competitivos e centrados nos seus objectivos.
" O Recreativo da Caala é uma equipa que merece toda a atenção. Acho, que nas últimas quatro jornadas do Girabola Zap venceram três e fizeram jogos muito intensos", reconheceu, mas está confiante no potencial da sua equipa.
"É um adversário complicado, mas temos os nossos objectivos bem claros. Estamos numa posição de privilégio e vamos entrar com força e muita fé para tentar somar os três pontos", revelou.
As opções técnicas do Toni Cosano têm sido alvo de duras criticas dos seus adeptos, com realce para as substituições. O espanhol considerou estas posições de normais, "quando ganhámos está tudo bem, mas se empatámos ou perdemos o discurso é outro\", lamentou.
"Se vencemos o jogo, é porque as substituições foram certas e quando perdemos ou empatamos, as substituições não foram as mais acertadas. Isso, é um problema do futebol a nível internacional, ainda assim, vamos procurar melhorar o desempenho dos jogadores, porque o aperfeiçoamento continua" , avaliou.
Os tricolores lideram o campeonato, pela segunda vez, com dois pontos de vantagem, condição que o técnico promete trabalhar para segurar e controlar,  para alcançarem o único objectivo que falta para esta época
\"O futebol é sempre imprevisível. Vamos tentar fazer bem as coisas e tudo certo, para não voltarmos a escorregar na liderança. Agora, temos de apostar toda a nossa força e tentar fazer o maior número de pontos, para não comprometermos o nosso único objectivo do ano\" reforçou.