Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Cosano preocupado com onda de leses

Edvaldo Lemos - 04 de Maio, 2019

Tcnico do Petro reconhece que a equipa atravessa uma fase complicada

Fotografia: Maria Augusta | Edies Novembro

A onda lesões no plantel do Petro de Luanda, está a preocupar a equipa técnica, numa altura em que a época caminha-se para sua ponta final, com os tricolores na corrida para a conquista dos dois troféus em disputa, nomeadamente o Girabola Zap 2019 e a Taça de Angola.
O treinador principal Toni Cosano, disse ontem ao Jornal dos Desportos, que os tricolores voltam a atravessar uma fase complicada, com alguns jogadores influentes a estarem indisponíveis, para darem o seu contributo a equipa.
O brasileiro Toni, após uma boa exibição no jogo frente ao Saurimo FC, queixou-se de dores musculares, e esteve ausente da sessão de ontem, para surpresa do técnico. O "Toni surpreendeu-me. Não esteve presente no treino de hoje (ontem), devido à fortes dores musculares. Espero que não seja nada grave", realçou.
Com a preparação centrada para o jogo da Taça de Angola, na próxima quarta-feira, dia 8, em Calulo, diante do Recreativo do Libolo, para os oitavos-de-final, a boa nova na equipa do Petro de Luanda foi a recuperação do capitão. "O Job causou um susto, mas não foi nada grave. Treinou bem e está em bom estado", revelou.
O JD apurou que o avançado Vá, um dos melhores marcadores dos tricolores esta época, aguarda até amanhã para realização de mais um RX, para averiguar o estado da lesão. De resto, é ponto assente que o atleta está fora da ponta final da temporada.
O técnico voltou a reiterar a sua preocupação pelo estado clínico do ganês Isaac Mensah, que se encontra sob cuidados médicos, devido a um entorse no pé direito, assim como o central Musah, que queixa-se de dor na virilha.