Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

CR Libolo e progresso encerram 18 jornada

Betumeleano Ferr?o - 05 de Setembro, 2017

Progresso do Sambizanga procura sua primeira vitria

Fotografia: Vigas da Puri | Edies Novembro

O Recreativo do Libolo e o Progresso do Sambizanga encerram esta tarde a partir das 15h00, em Calulo, a 18ª  jornada do Girabola Zap. A partida de acerto ao calendário exige muito mais dos sambilas, por causa da vergonhosa derrota caseira com o JGM. A equipa de Kito Ribeiro vai redimir-se para alcançar a inédita vitória em casa dos libolenses.

As duas equipas entram com a missão de apagar os percalços da jornada passada, mas é ponto assente que o Progresso do Sambizanga tem a pressão do seu lado, pois, fez pior que o Libolo na ronda transacta. É verdade, que os libolenses também não venceram, mas o empate com o Kabuscorp do Palanca é um resultado aceitável entre dois adversários da mesma dimensão.

Os sambilas, às vezes, são como um melão, é por isso que ninguém fica espantado, se fizer uma jogatana contra os libolenses. Qualidade para chegar e impor-se, o Progresso tem de sobra, mas a equipa parece que escolhe momentos que quer aparecer no campeonato, se hoje for um daqueles dias de boa disposição, surge a chance de matar o borrego em Calulo.

Sem chance de manter-se de pé, na luta pelo título, talvez seja por isso que não fez muito para segurar o técnico Vaz Pinto, o Recreativo do Libolo agora lambe as feridas para ver se termina o campeonato com boa classificação. Um triunfo sobre o Progresso pode ser determinante, para o Libolo ficar na expectativa de terminar no G-5, do Girabola Zap. Os sambilas têm a mesma ambição de um honroso lugar, por isso, é que são o adversário a abater pelos libolenses, pois a partir de agora, não há mais volta do campeonato para recuperar pontos perdidos.

O Recreativo do Libolo aceitou mudar de comando técnico, quando o campeonato está numa fase bem adiantada, a troca de treinadores é capaz de ser como uma faca de dois gumes, até para os adversários. A construção de uma equipa não se faz da noite para dia, ninguém está à espera que num curto espaço de tempo, os libolenses se esqueçam do passado para assumirem nova identidade competitiva, por mais que os atletas se esforcem, é possível que joguem com base nas rotinas da era Vaz Pinto.

A intermitência de resultados fez o Libolo perder o chamariz dos bons resultados caseiros, a vida está difícil para os libolenses, a paciência dos adeptos chegou ao fim, mas como as vitórias são injecções de motivação, os 3 pontos contra os sambilas podem criar uma reaproximação entre a equipa e os insatisfeitos apoiantes.

O Progresso do Sambizanga está longe de ser favorito no jogo  com o Recreativo do Libolo, mas em caso de vitória sai de Calulo com uma certeza, passa a somar 37 pontos, o suficiente para subir um degrau na tabela classificativa, ser o sexto , ultrapassa o Interclube com menos um ponto de desvantagem sobre o Libolo.

DIOGO PEDRO “DIONE”
“Só pensamos nos três pontos”

O treinador - adjunto do Progresso do Sambizanga, Diogo Pedro \"Dione\", admitiu ontem ao Jornal dos Desportos, momentos antes de embarque para Calulo onde hoje às  15h00 defronta o Recreativo do Libolo, jogo de acerto a contar para a 18ª jornada do Girabola Zap.  A equipa sambila tem missão difícil, mas a rapaziada comandada por Kito Ribeiro está preparada,  para conquistar os três pontos.

\"Apesar de pouco período de trabalho de preparação (dois dias), o jogo de amanhã (hoje) a rapaziada está com as baterias viradas para obter uma vitória. Aliás, só pensamos na conquista dos três pontos\", disse. Na sessão de ontem, a última realizada antes da viagem, a equipa efectuou  treinos de finalização e algumas situação defensivas, a julgar pelo curto espaço de preparação, com prioridade na correcção do que esteve mal no jogo anterior diante do JGM do Huambo, sobretudo, na cobertura defensiva.

Deste modo, aguarda-se uma partida difícil, com um adversário que deve jogar disposto a desforrar-se da derrota da primeira volta (0-1), num encontro em que o técnico Kito Ribeiro  conta com algumas peças fundamentais na manobra da equipa, nomeadamente, Lunguinha e Buchinho, atletas que foram poupados na ronda anterior para este encontro.

\"O jogo diante do JGM já  faz parte da história. Agora, é pensar no jogo de amanhã (hoje) com o Recreativo do Libolo. Temos a felicidade do plantel estar a gozar de boa saúde, embora, não a 100 por cento, mas boa parte da base está em condições para ajudar a equipa na conquista dos três pontos\", afirmou. Questionado sobre níveis atléticos dos jogadores, o adjunto de Kito Ribeiro realçou que em termos físicos está tudo bem.
AU

\"Com excepção de alguns jogadores que trabalham de forma condicionada, o restante goza bons níveis físicos até psicológicos, embora, reconheçamos que quando uma equipa perde, o moral nunca é o mesmo, tal como acontece com a equipa técnica e até a própria direcção do clube. Todavia, mentalizamos o grupo que qualquer equipa numa competição não está isenta de perder, ou de empatar. Perdemos, claro que ficámos tristes, mas sabemos que temos outros jogos pela frente\", referiu.
AVELINO UMBA

BAIXA NOS SAMBILAS
Vá falha duelo com Libolo

O Progresso do Sambizanga não conta no jogo desta tarde com o Recreativo do Libolo, em Calulo, com alguns dos seus influentes atletas. Trata-se de Vá, que se encontra a tratar de uma lesão no pé direito, desde o jogo com o Kabuscorp, o central Ndieu, com dores na face externa da coxa direita, e do avançado Tshabalala, por opção técnicas. O primeiro e o segundo estão entregues ao departamento médico, que os impede de ajudar a equipa no jogo desta tarde, no \"inferno\" de Calulo.

Isso, fez com que Kito Ribeiro encontrasse alternativa para o lugar do internacional Vá, que nem na bancada pode estar para ver o jogo, pelo facto de não ter seguido viagem para Calulo. As ausências obrigam a equipa técnica liderada por Kito Ribeiro, a efectuar mexidas profundas, apesar da dupla Yano e Fofó estarem na ordem do dia, assim como o sector defensivo conta com a dupla Buchinho e Nzau.

Por outro lado, a recuperação do \"irrequieto\" lateral esquerdo René, que ficou de fora durante dois jogos devido a uma lesão no joelho direito, entrou na última fase de recuperação, e merece a confiança da equipa técnica para esse importante duelo em Calulo. AU