Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Crise no Kabuscorp

Manuel Neto - 28 de Novembro, 2017

Bento dos Santos

Fotografia: Edições Novembro

A situação dos jogadores e treinadores que representaram a equipa principal de futebol do Kabuscorp do Palanca, que competiram no Girabola Zap e na Taça de Angola, é preocupante. Para além da indefinição da carreira, alguns terminam o vínculo contratual nos próximos dias,  a direcção do clube está remetida ao silêncio.  O grupo foi para férias sem um tostão no bolso, segundo uma fonte do grémio palanquino.
O Jornal dos Desportos apurou que o presidente Bento dos Santos "Kangamba"  encontra-se no exterior do país, desde a penúltima jornada do Girabola Zap, quando a equipa defrontou o Recreativo da Caála.
A fonte fez saber que para lá da incerteza do futuro dos jogadores e dos treinadores, os visados aguardam impacientes o pagamento de parte do dinheiro do contrato da época recentemente terminada, e assegura que na ausência de Kangamba nenhum outro membro da direcção tem competência para pronunciar-se à respeito.
"Os atletas estão a passar  mal, receberam uma parte do dinheiro ainda na primeira volta do Girabola Zap, que deve ser 30 por cento do valor do contrato. Aliás, eles não gostam de falar concretamente dos valores, temendo represálias, mas  é verdade que alguns atletas que não vivem em Luanda, tiveram de desenrascar para regressarem às suas terras para junto das famílias. É triste e desumano, o que está a acontecer no Kabuscorp", lamentou a fonte.
Em face disso, segundo ainda a fonte, quer os membros do corpo técnico como os atletas aguardam ansiosos pelo pronunciamento da direcção, liderada por Bento dos Santos "Kangamba".
A fonte revelou  que o médio Manuel e o central Libero estão a ser cobiçados por algumas equipas nacionais, advoga que nada ainda está concretizado, pois, ainda têm vínculo com os palanquinos até amanhã.
O Jornal dos Desportos procurou ouvir os argumentos da direcção  do Kabuscorp do Palanca à respeito deste e de outros assuntos relacionados com a época desportiva de 2017, mas o director para o futebol, Bebeto, alegou não ter autorização do presidente e prometeu falar tão logo Bento Kangamba regresse ao país.


TREINADOR
Filemon confirma fim do contrato


A equipa técnica do Kabuscorp do Palanca encabeçada pelo treinador Romeu Filemon, assim como os atletas que fizeram parte do plantel que disputou as competições este ano, terminam amanhã o contrato com o grémio de Bento dos Santos "Kangamba", segundo uma fonte do clube.
O treinador Romeu Filemon, contactado por telefone ontem pelo Jornal dos Desportos,  para saber da sua situação no clube e de outros assuntos relacionados com salários e contratos, confirmou que o seu contrato termina amanhã dia 30 do corrente, promete  pronunciar-se  só depois de expirar o vínculo contratual.
"O meu contrato termina no dia 30 de Novembro (amanhã) e só depois disso poderei conceder  uma entrevista ao vosso Jornal (dos Desportos)",disse o técnico.
Romeu Filemon ingressou no Kabuscorp  do Palanca em Dezembro de 2016, depois de abandonar a selecção nacional (Palancas Negras). Antes da equipa palanquina, o técnico  chegou a ser apontado para o comando técnico do Platinum Stars, clube do principal campeonato da África do Sul, a Premier Soccer League.
O técnico, de 51 anos, conta com passagens pelo 1º de Maio de Benguela, Académica do Lobito, Benfica do Lubango, Benfica de Luanda , Académica do Soyo e 1º de Agosto, sucedeu no cargo a Miller Gomes que saiu do Kabuscorp em Maio de 2016 depois de uma série de maus resultados.
Antes de ser contratado para treinar o Kabuscorp do Palanca, a equipa foi treinada, interinamente, por Mateus Agostinho “Bodunha”, antigo adjunto de Miller Gomes.