Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

D Agosto projecta duelo com Sagrada

Jorge Neto - 22 de Abril, 2019

Os duelos contra os diamantferos sempre foram bastante renhidos

Fotografia: Edies Novembro

O 1º de Agosto considera bastante difícil, o jogo na próxima quarta-feira, às 15h30, diante do Sagrada Esperança da Lunda Norte, no estádio com o nome do clube.

Em busca de mais uma vitória no Girabola Zap, a equipa do 1º de Agosto está, no entanto, confiante na conquista dos três preciosos pontos, que lhe garantem a manutenção da liderança da competição. 

"Será uma deslocação difícil contra o Sagrada, mas nós temos a obrigação de ir lá ganhar. Estamos a lutar pelo título, e, nessa condição, todos os campos onde vamos é para ganhar ", disse o técnico adjunto Ivo Traça, no final do jogo diante do Recreativo da Caála, no sábado passado no estádio 11 de Novembro. 

Os duelos contra os diamantíferos sempre foram bastante renhidos, pelo que os agostinos encaram com muita responsabilidade e determinação esta visita, contando igualmente com o apoio incondicional dos seus adeptos.

"Temos lá os nossos adeptos, que vão puxar por nós e aqueles que vão sair daqui. Acredito que a equipa vai muito motivada, para vencer o jogo contra o Sagrada Esperança. Todos os jogos que fizemos com o Sagrada, no Dundo, tornam-se um inferno daqueles, mas nós vamos ter paciência; vamos lá para ganhar ", anteviu o auxiliar do sérvio Dragan Jovic. 

O defesa central congolês democrático Bobó, saiu queixoso e substituído por Mário, nos minutos finais da recepção aos caalenses, e até ao dia do jogo vai realizar um trabalho especifico de recuperação, para marcar presença na Lunda Norte. 

A vitória de 1-0 sobre o Recreativo da Caála, na jornada anterior, foi abordada por Ivo Traça como mais um obstáculo transposto e que soube complicar os objectivos do conjunto militar.

"Ao longo da semana eu disse que seria difícil e o Caála provou isso. Foi uma equipa bem estruturada, jogou com critérios, sabia sair a jogar, em alguns momentos tirou-nos o jogo, mas nós também fizemos um grande jogo. Queríamos resolver o jogo na primeira parte, não foi possível, conseguimos num detalhe, de grande penalidade, e depois daí tentamos controlar o jogo, mas eles caíram-nos em cima. Demos os parabéns ao Caála", concluiu o antigo médio agostino.