Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

DAgosto o clube mais representativo

Srgio V.Dias - 22 de Junho, 2019

A equipa militar fornece nada mais, nada menos, do que 8 atletas

Fotografia: Edies Novembro

O 1º de Agosto, campeão em título do Girabola Zap, a maior prova do futebol nacional, entra para esta edição do Campeonato Africano das Nações (CAN), cujo pontapé-de-saída se deu ontem, com o jogo entre o anfitrião Egipto e Zimbabwe, como a equipa mais representativa. A equipa militar fornece nada mais, nada menos, do que 8 atletas.

Por essa razão, o emblema do “Rio Seco” surge la iderar a estatística em termos de representatividade, no que concerne a cedência de jogadores para Selecção Nacional.

Nesse particular, vão desfilar pelo 1º de Agosto nesta 32ª edição do CAN, que o Egipto alberga desde ontem e que se estende até 19 de Julho próximo, Tony Cabaça (guarda-redes); Paizo, Isaac e Dany Massunguna (defesas); Show e Macaia (médios) e Mabululu (avançado), todos eles com a camisola dos Palancas Negras. Bobó, defesa que representa o Congo Democrático, é o outro jogador que evolui no Girabola Zap, ao serviço do 1º de Agosto.

Na observação que se faz, em relação as equipas mais representativas deste CAN, em termos de jogadores fornecidos as várias selecções, aparecem, ainda, outras 23 equipas, com cifras que vão dos seis aos três atletas. Eis, a seguir, as 24 equipas observadas que cederam mais jogadores para o CAN que ontem arrancou.