Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

D´agosto projecta época-2013

Betumeleano Ferrão - 29 de Agosto, 2012

1º de Agosto começa a pesquisar novos reforços e juniores para o escalão principal

Fotografia: Santos Pedro

A época futebolística nacional encerra no dia 11 de Novembro, com a disputa da final da Taça de Angola. Contudo, os militares jogam na antecipação com o firme propósito de garantir novos “recrutas” para o plantel de 2013.

Ontem, o timoneiro Romeu Filemon assegurou ao Jornal dos Desportos ter dado permissão para que cinco reforços façam o teste na equipa. Trata-se dos médios Messi, Mistério e David, e os avançados Ito e Filipe, que se treinem à experiência, por tempo indeterminado, no 1º de Agosto.  Em princípio, nenhum dos integrantes do quinteto tem qualquer acordo com o clube militar, mas este diário soube que alguns deles já tinham sido sondados há algum tempo pelos membros da equipa técnica.

Ainda assim, Filemon aproveitou o jogo de controlo com os juniores militares, ganho pelos seniores por 2-1 com golos de Amaro e Buá, para lançar em campo os possíveis reforços a fim de ver, na prática, se chegaram mesmo ao R-20 com o rótulo certo. “A qualidade nem sempre abunda como nós queremos, então temos de aproveitar estes momentos para ver mais de perto o desempenho destes atletas”, argumentou.

Os atletas em experiência vão ter tempo suficiente para labutarem com o plantel agostino, e se conseguirem convencer a equipa técnica, esta vai dar a indicação à direcção do clube para que dê início ao processo negocial para a sua contratação. Por ser sua filosofia, lançar jovens jogadores, o treinador do 1º de Agosto assegurou ao Jornal dos Desportos que também aproveitou o amistoso para pesquisar entre os juniores aqueles que poderiam subir de escalão e reforçar a equipa principal na próxima temporada.

Recorde-se que foi assim que, num dos jogos do provincial de 2011, ele descobriu Ari, também conhecido por “Papel”. “Conheço o trabalho que se desenvolve aqui nos escalões de formação, mas tenho de ser honesto e admitir que nem sempre vemos talentos com enorme potencial para ser aproveitado de imediato”, argumentou.


BENGUELA
Papel falha estágio do 1º de Agosto


O médio Ari, conhecido também por “Papel”, juntou-se a lista dos indisponíveis para o estágio que o 1º de Agosto vai realizar em Benguela, a partir de segunda-feira, 3 de Setembro. O atleta foi convocado para os trabalhos da selecção nacional de sub-20 que entre os dias 21 e 23 do próximo mês defronta, no Cairo, o Egipto para a última eliminatória do CAN da categoria.

Em virtude da chegada tardia da convocatória ao clube militar, o jogador trabalhou até ontem com a equipa, quando devia juntar-se desde segunda-feira passada aos restantes colegas da selecção, que labutam na Cidadela. O guarda-redes Neblú, o titular dos Sub-20, fará parte do grupo às ordens de Nzuzi André, apenas após o jogo da selecção principal dos Palancas Negras, no próximo dia de 9 de Setembro, diante do Zimbabwe.

Ontem o seleccionador dos palanquinhas deixou ler nas entrelinhas que desconhecia os verdadeiros motivos da ausência de Papel. Manifestando algum descontentamento, o técnico afirmou que a maiorias dos atletas apresentou-se à selecção com algum atraso e sem motivos plausíveis. “Convocamos 28 jogadores, o Neblú não pode vir pelas razões que todos conhecem, mas os outros demoraram a aparecer. Na segunda-feira tivemos apenas 9 presenças, hoje (ontem) 11, no entanto, vamos continuar a aguardar pelos restantes atletas e escutarmos as suas justificações que nos apresentam”, deplorou.

Para este micro-estágio de uma semana em Benguela, seis atletas do 1º de Agosto, ao serviço das selecções nacionais, estarão ausentes. São os casos do guarda-redes Neblú, o defesa Dani Massunguna, e os médios Amaro, Manucho, Mingo Bile e Papel.


REJEITADO NO PETRO
Médio Messi busca oportunidade


O esquerdino Messi, oriundo das escolas do Petro de Luanda, conseguiu alguns minutos de fama no 1º de Agosto, quer pelo nome por que é chamado, quer por algumas das jogadas que protagonizou no amistoso com os juniores. Após o jogo, no breve contacto com o JD, o atleta preferiu falar mais das suas ambições do que da origem do cognome.

O médio que ascendeu este ano aos seniores da formação petrolífera, trabalhou com o plantel principal, mas sem nunca ter sido inscrito. Assim, o jogador diz ter visto uma luz no fundo do túnel que o fez levantar a cabeça quando foi convidado a tentar a sorte no clube militar. “Alguém ligado à equipa técnica do 1º de Agosto falou comigo e aconselhou-me a vir aqui tentar a sorte”, confidenciou.

Messi admitiu que vacilou um pouco antes de aceitar o desafio. Igualmente esquerdino, mas avançado de posição, Ito confidenciou a este diário que problemas administrativos adiaram a sua expectativa de jogar esta temporada em Angola. Assegurou que esteve na órbita do Recreativo do Libolo, mas a demora em obter o visto de entrada atrapalhou o negócio, pois quando pisou o solo pátrio já as inscrições tinham encerrado.

Esta adversidade contribuiu para que o ex-jogador do Trofense, equipa do escalão secundário do futebol português, chegasse a conclusão de que era melhor aproveitar a sua ascendência para adquirir a nacionalidade angolana. A história do médio Mistério é um pouco diferente, o atleta diz ter nascido em Angola, mas, por diversas razões, teve de fixar residência no Congo Democrático, país em que fez toda a sua formação como jogador, antes de decidir abandonar o modesto Ecofoot para tentar a sorte no 1º de Agosto.
BF


PAUSA NO GIRABOLA
Plantel do Máquis de férias

Depois da vitória por 1-0, em casa do Nacional de Benguela, no passado sábado, resultado que coloca a equipa do Bravos do Maquis na sétima posição da tabela classificativa do Girabola, numa altura em que se regista uma paragem de aproximadamente 18 dias no campeonato, os maquisardes vão cumprir um período de férias. A comissão técnica coordenada por Rodrigo Minotti dispensou os atletas da equipa principal até ao próximo dia 3 de Setembro, altura em que retomam os trabalhos para a preparação da deslocação à Calulo onde irão defrontar o Recreativo do Libolo.

A maior prova futebolística conhece este fim-de-semana uma paralisação devido às eleições gerais, na sexta-feira. Para cumprirem com o seu direito de voto, alguns atletas do clube vão regressar às cidades de origem para o efeito. A par das eleições, a selecção nacional de honras prepara o jogo diante da sua congénere do Zimbabwe, para a última eliminatória qualificativa ao Campeonato Africano das Nações em futebol a ter lugar de 19 de Janeiro a 10 de Fevereiro de 2013, na África do Sul.