Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

DAgosto promete ganhar ao Domant

JORGE NETO - 11 de Agosto, 2018

Agostinos esperam um adversrio com a mesma postura apresentada pelo Recreativo da Cala.

Fotografia: DOMINGOA CADENCIA | Edies Novembro

O técnico-adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, garantiu que vão abordar o jogo de amanhã às 17h30, no estádio 11 de Novembro, diante do Domant FC, com muita determinação e garra, para vencer o jogo e cimentar a liderança no Girabola Zap, quando faltam apenas duas jornadas para o final da competição.
Os agostinos esperam um adversário com a mesma postura apresentada pelo Recreativo da Caála, ou seja, defensiva, mas que trabalharam para encontrar soluções para quebrar a muralha da formação da província do Bengo.
\"Pensamos receber este adversário com muita determinação, garra e vontade de ganharmos o jogo, mas já sabemos que vamos encontrar um Domant igual ao Recreativo da Caála, com quem empatamos\", disse o assistente de Zoran Maki, após o empate nulo diante dos caalenses na última quarta-feira.
Ivo Traça analisou o resultado inesperado diante do Recreativo da Caála como \"falta de sorte\", aliada a boa postura defensiva apresentada pelo adversário.
\"Nós tivemos bem no jogo, faltou-nos sorte. Também vamos dar mérito a equipa da Caála que se fechou muito e bem, nós no fim até podíamos sofrer um golo de contra-ataque, mas dizer que antes deste jogo fizemos cinco muito intensos, onde a equipa correu e desgastou-se muito. Agora vamos esquecer este jogo, descansamos os jogadores e estamos a pensar no Domant, acho que será a mesma coisa, teremos que correr muito para ganhá-los\", considerou. Desta vez, os bicampeões nacionais querem ser os contemplados com o factor sorte para ultrapassar o Domant FC, que também precisa de pontos para fugir à despromoção.
\"No jogo passado, vocês viram, não tivemos sorte, foram três bolas a barra, jogadores isolados e as bolas saíam para o lado, aliado as boas defesas do guarda-redes do Caála. É preciso também sorte e não a tivemos\", referiu.
Em relação a corrida pelo título, Ivo Traça mostra-se confiante, mas admite que ainda faltam alguns passos para levantar o troféu, daí a necessidade de ganhar os jogos para manterem a vantagem em relação ao arqui-rival Petro de Luanda.
\"Nós já sabíamos que havíamos de lutar até ao último jogo. Aliás, eu sempre disse que estamos a um passo para o título, não disse que nós já tínhamos ganho o campeonato.
Estamos a três pontos, estamos em primeiro, vamos gerir esta vantagem\", concluiu o antigo médio militar.

EXPECTATIVA
Adeptos do D´Agosto  preparados para a festa   


A corrida ao 12º título no historial da agremiação militar, muito esperado pelos seus adeptos, futebolistas e dirigentes, começou já na passada quarta-feira, quando a turma do Rio Seco recebeu e empatou (0-0) com o Recreativo da Caála, no estádio 11 de Novembro, no ajuste da 24ª jornada.
Mas, apesar daquele empate, o 1º de Agosto poderá tornar-se tricampeão nacional já amanhã, quando defrontar o Domant FC do Bengo, em jogo de acerto à 26ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola/2018). Para que o terceiro título consecutivo aconteça, os militares terão de vencer amanhã, o seu jogo em atraso, e esperar, hoje, por um empate ou uma derrota do seu arqui-rival, Petro de Luanda, ante o Desportivo da Huíla, no complemento da 28ª jornada.
Os agostinos lideram, neste momento, o campeonato, com 50 pontos, contra 47 dos tricolores. Caso os prognósticos se confirmem, o 1º de Agosto somaria 53 e o Petro 48 ou manteria os 47, quando faltariam apenas duas jornadas para o fim da prova, ou seja seis pontos em disputa. Não esqueçamos que o 1º de Agosto leva vantagem nos jogos entre si.
Por isto, hoje será a vez do Petro de Luanda entrar em cena, para encerrar a jornada 28. Um desafio que terá atenção especial dos militares, porque será em função do desfecho desta partida, que vão saber se \"abrirão ou não, o esperado champanhe\", no domingo, na recepção ao Domant.
Apesar de, teoricamente, ser favorito, amanhã, diante do Domant FC, o 1º Agosto não terá a vida fácilitada, em virtude de defrontar um adversário que luta pela permanência. Aliás, viu-se isso diante do Recreativo da Caála, que soma 25 pontos, contra 22 da formação do Bengo, um lugar mais abaixo.

RUBRO-NEGROS
Geraldo e Paizo
estão em dúvida   


Depois de falharem, por lesão, a recepção ao Recreativo da Caála o extremo Geraldo e o lateral esquerdo Paizo estão em dúvida, para o importante desafio de amanhã diante do Domant FC.
Os dois influentes jogadores saíram tocados na vitória frente ao Interclube, onde foram fundamentais, mas não puderam ajudar os seus colegas no jogo seguinte, constituindo baixas para o conjunto rubro e negro.
Tendo em conta a previsão da equipa técnica liderada pelo sérvio Zoran Maki, em que o Domant FC vai apresentar-se com uma táctica formada por um bloco baixo e explorar o contra-ataque, estes dois jogadores seriam de grande valia para o esquema dos agostinos.
Geraldo é um dos jogadores que consegue abrir espaços e também finaliza, enquanto Paizo faz bem o corredor esquerdo, tanto a defender, que é a sua primeira missão, e também a atacar com cruzamentos para a área adversária.
Os dois atletas foram formados na Escola Norberto de Castro e têm sido influentes na equipa militar, apesar de, esta época, Geraldo parar várias vezes, por lesão, uma situação que tem criado algumas limitações aos bicampeões nacionais, mesmo tendo outras opções no plantel.                 
JN