Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Defesa inquieta equipa técnica

Augusto Panzo - 28 de Setembro, 2016

O plantel tem demonstrado uma certa fragilidade e desatenção

Fotografia: José Soares

A postura do sector defensivo do Atlético Sport aviação (ASA), nas últimas jornadas, tira do sério a equipa técnica chefiada por José de Carvalho «Corola». O plantel tem demonstrado uma certa fragilidade e desatenção, que culmina com o sofrer muitos golos.A manifestação veio de Sérgio Pedro «Serginho», preparador físico dos aviadores que fazia a avaliação do resultado da partida com o Interclube, em que perderam, por 3-1, com o último golo do adversário a ser apontado no último minuto de compensação, dos quatro concedidos pelo árbitro.

« Os golos entraram e não podemos avaliar pelos números consentidos, mas  pela forma como o sector defensivo da nossa equipa consente os golos. Vamos trabalhar para  invertermos esse quadro», adiantou o preparador físico e um dos adjuntos da equipa técnica do ASA. Para dar solução ao que falhou nessa partida, Sérgio Pedro «Serginho» perspectiva mais trabalho nos próximos dias, com vista a conquistar mais triunfos nos derradeiros jogos do campeonato nacional.

«Para chegarmos ao fim do Girabola Zap 2016, ainda temos cinco jogos por disputar. Então, vamos transformar esses desafios em autênticas finais, de maneira que possamos buscar triunfos que nos garantam a tranquilidade até ao culminar da prova, que ao meu ver, está muito renhida nesta ponta final», afirmou.Para amainar os ânimos dos adeptos e da massa associativa aviadora, Serginho deixou o recado de que quem está atento ao andamento do Girabola, está consciente que as coisas não são tão fáceis como se pensa.

«As duas derrotas não nos tiram as expectativas, porque quem anda neste Girabola tem de estar preparado para este tipo de situações. Estamos cientes do momento que estamos a viver, mas temos também consciência de que temos uma equipa capaz de reverter o quadro, com vista a honrarmos as nossas responsabilidades no campeonato. Daí que, vamos trabalhar para revertermos a caminhada», revelou.

O ASA perdeu nas duas últimas jornadas com o Kabuscorp do Palanca por 2-0, para a 24ª ronda, e por 3-1 com Interclube, em partida a contar para a 25ª jornada, e ainda necessita de seis pontos, no máximo, para garantir a permanência na maior prova de futebol do país. A equipa técnica vai aproveitar a paragem que se regista no Girabola Zap devido o compromisso dos Palancas Negras no jogo de confraternização com a similar no Botswana, alusivo a mais um aniversário daquela país, para trabalhar nos aspectos que mais preocupam o plantel.