Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Defesa preocupa tcnicos do Desportivo

Gaudncio Hamelay - 09 de Setembro, 2019

Benguela, sofreram dois golos, o que mau, porque quando a equipa trabalha muito nos processos defensivos, no pode sofrer dois golos, principalmente, em casa.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A defesa é o sector que mais preocupa a equipa técnica do Clube Desportivo da Huíla, segundo o treinador -adjunto, Hélder Cruz, cuja formação empatou, no sábado, a duas bolas, no jogo com a equipa do Wiliete Sport Clube de Benguela, na preparação para os compromissos que se avizinham.
Hélder Cruz afirmou, que o amistoso serviu para tirar ilações, dado que o Desportivo da Huíla tem um desafio fora de casa extremamente difícil com o Recreativo do Libolo, na quarta jornada do campeonato. Por isso, os militares huilanos têm de trabalhar porque não podem estar a pecar no sector defensivo e a sofrer muitos golos.
“Temos de trabalhar os processos defensivos, para que não aconteçam resultados que estão fora da nossa expectativa”, avançou.  
A intenção dos militares da Região Sul, aclarou Hélder Cruz, é ganhar jogo após jogo para conquistar os três pontos. Por isso, estão a trabalhar para contrariar o Recreativo do Libolo, uma equipa muito forte, experiente, que foi campeã nacional e sabe comportar-se quando joga em casa.
Com três jornadas já realizadas, revelou o treinador -adjunto do Desportivo da Huíla, a preocupação consiste em jogar fora de casa e admitiu que possui um conjunto jovem que está no processo ainda de formação.
“Temos de ter muito cuidado, porque são jovens e acabam por cair no que não faz parte da nossa ideia de jogo. Então, estamos preocupados, principalmente, quando jogamos fora de casa, porque sabemos que é extremamente difícil”, frisou.
Apesar disso, Hélder Cruz manifestou-se convencido, por possuir uma equipa que vai tentar fazer sempre o melhor, para dar alegria ao público huilano que tanto merece.
O técnico -adjunto de Mário Soares, este último cumpre uma suspensão  federativa de 21 dias, vaticinou que o jogo com o Recreativo do Libolo, referente à 4ª jornada do Girabola Zap 2019/2020, é extremamente difícil, por conhecerem aquele campo.
“(O Recreativo do Libolo) É uma equipa que conta com uma moldura humana que o apoia, do princípio ao fim. Temos é de ter paciência e fazer um bom resultado. O Desportivo da Huíla é uma equipa que quando entra em campo, o objectivo é ganhar sempre. Então, o nosso pensamento versa em trabalhar para defrontar o Recreativo do Libolo, em Calulo, para contrariar ao máximo o adversário e obter uma vitória”, assegurou.
Hélder Cruz avançou que ao longo da semana, dado o jogo, a preocupação vai recair na parte defensiva, pois, no amistoso efectuado no sábado com o Wiliete de Benguela, sofreram dois golos, o que é mau, porque quando a equipa trabalha muito nos processos defensivos, não pode sofrer dois golos, principalmente, em casa.