Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Drbi com olho na Taa

Betumeleano Ferro - 19 de Setembro, 2015

Palanquinos e tricolores jogam no estdio 11 de Novembro sem grande interesse para as contas no Campeonato Nacional

Fotografia: Jos Cola

O Kabuscorp do Palanca e o Petro de Luanda estão, desta vez, virados para a Taça de Angola para tentarem ganhar um título esta época. O campeonato está perdido, quer  para os  palanquinos como para os tricolores, pelo que o dérbi desta tarde às 16h00, no estádio 11 de Novembro, talvez não seja jogado com tanta intensidade porque os contendores precisam de guardar energias para os quartos -de  final da taça, a disputar na quarta-feira, 23.

A forma competitiva do Kabuscorp, faz com que os palanquinos, entrem em campo com mais fatias de favoritismo. Os 12 pontos de avanço da equipa de Miller Gomes vão ser determinantes para aliviar a pressão de quem joga em casa.

Os palanquinos tentam apegarem-se à matemática, para não anunciar o fracasso na luta pelo título, mas é ponto assente que o jogo com o Petro vai ser mesmo para cumprir calendário. A vitória apenas vai permitir ao Kabuscorp confirmar a superioridade sobre os tricolores.

O Kabuscorp tem alternado o bom com o mau, as exibições da equipa estão longe de encher os olhos dos seus adeptos, mas pode ser que o dérbi com o Petro ajude a atiçar o espírito de competição dos seus jogadores, a ponto de ganhar a jogar bem.

Esta ponta final do campeonato está a ser de sofrimento para o Petro de Luanda, há quatro jornadas consecutivas que os tricolores deixaram de ganhar. Os maus resultados acumulados fazem com que empatar e perder agora, façam parte da rotina tricolor, a menos que nesta tarde Grasseli e pupilos consigam contrariar a tendência actual.

O Petro está nas “cordas,”  precisa com urgência de vitórias para evitar ficar na história pelos piores motivos, as dez derrotas sofridas até agora, são as mesmas com que a equipa terminou o campeonato em 1999. Um novo desaire contra os palanquinos vai esgotar em definitivo a paciência dos adeptos, muitos deles não se lembram de uma temporada em que a equipa perdeu tanto no Girabola.

O dérbi com o Kabuscorp é a derradeira oportunidade para o Petro de Luanda vencer um dos  grandes no campeonato. Até esta jornada, os tricolores são os únicos que entraram no Girabola com o rótulo de grande, que não venceu um adversário da sua bitola.

A proximidade entre este jogo e o da taça pode motivar os treinadores a efectuarem poupanças, algo compreensível se vier a acontecer. Está claro, que a segunda linha dos respectivos planteis não tem grande qualidade, mas até os adeptos podiam aceitar pois vale a pena consentir sacrifícios para ganhar a segunda competição mais importante do nosso futebol.