Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Drbi j em aco

Jorge Neto - 05 de Abril, 2017

Dragan Jovic prepara clssico e j conta com Ibukun

Fotografia: Jos Cola

Depois da folga de ontem, \"Dia da Paz\",  a equipa do 1º de Agosto regressa esta manhã às 8h30, ao campo do ex-RI20, para a preparação do clássico de sábado, diante Petro de Luanda,  que se apresenta como o principal desafio da 9ª jornada do Girabola Zap.

Nesta sessão de treinos, o conjunto militar começa a afinar a máquina para a visita aos petrolíferos, num desafio em que os jogadores auto-motivam-se.

O maior clássico do futebol nacional tem um efeito bastante motivador sobre os atletas, que procuram dar o máximo na preparação para constar do onze inicial, ou pelo menos, da lista dos convocados.

A vitória de um golo sobre a formação estreante do Santa Rita de Cássia, no domingo, mereceu  analise dos campeões nacionais, que fartaram-se de criar oportunidades e desperdiçaram-nas na mesma proporção. O golo solitário do jovem Nelson, acabou por iluminar os militares, que sofreram muito para marcar um golo.

Visto por este prisma, o técnico bósnio Dragan Jovic reconhece que falta acertar na finalização e que o trabalho diário deve ser determinante para que isso aconteça. Do outro lado, vai estar o Petro de Luanda, que tem na concentração defensiva a sua principal imagem de marca. 

O ataque militar tem de estar em \"Dia Sim\", para ultrapassar a arrumada defesa tricolor, sofreu quatro golos, contra dois dos agostinos, enquanto em termos de finalização os rubro -negros somam 13 golos, mais uma que os tricolores.

O trabalho com os avançados deve ser determinante a partir do treino de hoje, para que Dragan Jovic e Ivo Traça tenham uma noção do desempenho  no clássico. O quadro não é tão negativo, pois quase todos os avançados mais utilizados marcaram, casos de Diogo Rosado, Geraldo, Rambé, Vado, Nelson da Luz, igualou Mingo Bile na artilharia da equipa, com dois tentos.

PETRO DE LUANDA
Isaac e Ibukun nas opções


O lateral direito Isaac e o médio central Ibukun, da equipa do 1º de Agosto, entram nas opções do técnico Dragan Jovic para o clássico do futebol nacional, diante do Petro de Luanda, no sábado às 17h00, no Estádio 11 de Novembro, a contar para a 9ª jornada do Girabola Zap, dada a fase avançada de recuperação das respectivas lesões.

Os dois jogadores já não constituem grandes preocupações por parte do departamento médico, em função das mazelas que os apoquentaram durante as últimas duas semanas, tendo inclusive Isaac sido dispensado, devido a lesão, da convocatória dos Palancas Negras, pelo seleccionador Beto Bianchi, para o duplo confronto amistoso com as selecções de Moçambique e da África do Sul, na semana passada.

O lateral direito é um dos habituais titulares na formação agostina, disputou todos os jogos esta época, excepto na recepção ao Santa Rita de Cássia, do Uíge,  participou nas duas "mãos" da eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação Africana, diante do Kampala City do Uganda, como os sete desafios do Girabola Zap e tem um golo na sua conta pessoal. 

Em relação a Ibukun o quadro clínico é positivo. O nigeriano evoluiu e atravessa uma fase adiantada da  recuperação, pelo que, entra nas contas para o clássico, depois de falhar o jogo da jornada passada, diante do Santa Rita de Cássia.

Ibukun é uma peça fundamental na manobra da equipa militar, treinada por Dragan Jovic, que prepara o clássico de sábado, num momento em que não conta com uma das principais referências do conjunto rubro -negro, o extremo Geraldo, em fase de recuperação da lesão.

Geraldo já tem um golo, enquanto Ibukun ainda está em branco. O internacional angolano finalizou sete vezes, no ano passado. O nigeriano é mais um jogador de construção de jogadas, embora, seja também detentor de um forte remate, como ficou provado na época passada, em que apontou três tentos. Os dois jogadores constituem um valor acrescentado à equipa, que ambiciona manter os trilhos da vitória, depois dos três pontos conquistados no domingo, diante do Santa Rita de Cássia.

PETRO DE LUANDA
O Tricolores mobilizados para o clássico


A equipa do Petro de Luanda realiza esta manhã, a partir das 9h00, a terceira sessão de treinos para o jogo com o 1º de Agosto, agendado para sábado, no Estádio 11 de Novembro, a contar para a 9ª jornada do Girabola Zap 2017.

Com todos os jogadores disponíveis, o técnico Beto Bianchi criou as condições para desenhar a melhor estratégia, com vista a  superar um dos crónicos rivais do campeonato, e quiçá, ultrapassá-lo na classificação.

Da preparação dos tricolores, realce para o facto do balneário espelhar sinais claros de alegria e boa disposição,  que indicia bom presságio para ajudar a equipa a encarar o jogo mais importante do campeonato nacional, com tranquilidade. Aliás, o ciclo quase ininterrupto de vitórias, proporcionam ao Petro condições anímicas para preparar o dérbi.

Apesar de não se tratar de um jogo qualquer, Beto Bianchi e pupilos não reservam condições especiais. Ou seja, tal como sublinhou o treinador do Petro de Luanda, "todos os jogos são importantes e difíceis", pelo que, este confronto com o 1º de Agosto não deve obrigar à inovação, à excepção de prováveis mexidas no "onze".

Alterações, no entanto, podem acontecer na equipa titular, que entra a jogar no fim-de-semana, diante do 1º de Agosto. O facto é que Bianchi é favorável ao alargamento das opções no "onze", razão pela qual desde que chegou ao comando técnico, o hispano -brasileiro proporciona a todos os jogadores a oportunidade de justificar a presença no plantel.

Fruto desta realidade, o técnico dos tricolores tem todos os jogadores dentro do ritmo competitivo desejado, apesar de disputadas apenas oito jornadas, facto possível graças à aposta no alargamento das opções.

Depois da sessão de treinos desta manhã, começa a ficar tudo mais claro, em relação aos  prováveis titulares para o jogo de sábado. No último "onze", utilizado por Beto Bianchi, responsável pelo triunfo sobre o Caála, na oitava jornada, estiveram em campo, Gerson à baliza; Abdul, Élio, Ariclene e Wilson, no quarteto defensivo; Manguxi, Job, Herenilson, Diógenes e Carlinhos, no meio -campo; e Tiago Azulão no ataque.
PAULO CACULO