Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Desportivo com estratgia solidificada

Benigno Narciso- Lubango - 15 de Junho, 2017

Desportivo da Hula melhorar a movimentao ofensiva

Fotografia: Jornal dos Desportos | Edies Novembro

O trabalho implementado durante o interregno de três semanas que se registou no Girabola Zap 2017, permitiu ao Desportivo da Huíla melhorar a movimentação ofensiva e defensiva, com o aperfeiçoamento da mobilidade, transições, compensações e dinâmica de jogo da equipa.

O plano de trabalho desenvolvido pela equipa técnica liderada por Mário Soares, propôs-se a elevar as capacidades gerais da equipa.  Com isso, a perspectiva de Mário Soares é enfrentar com uma equipa melhor dotada a segunda volta da prova, de modos a se alcançar o maior número de pontos possíveis para assegurar a permanência da equipa na primeira divisão.

“O trabalho serviu principalmente para consolidar a dinâmica de jogo, as transições, a mobilidade defensiva, as compensações, a dinâmica ofensiva e defensiva. Pretendemos que a nossa equipa esteja com uma dinâmica boa, com transições seguras”, detalhou Mário Soares.A pretensão, segundo Mário Soares, passa por construir uma equipa com propensão ofensiva capaz de chegar com facilidade e rapidez à baliza adversária, “com objectivo de chegar rapidamente à baliza contrária”.

A realização de jogos de controlo durante a pausa contribuiu para o alcance dos níveis adquiridos. Na sequência do trabalho, a equipa afecta à Região Militar Sul, começou na segunda-feira a trabalhar nos aspectos específicos para o desafio diante do ASA, agendado para o próximo fim-de-semana, em Luanda, válido para a 16ª e primeira jornada da segunda volta do campeonato. A atenção da equipa técnica passa pelo ensaio das acções ofensivas, com transições combinadas, mobilidade dos intervenientes e dinâmica em sentido progressivo para a área adversária.

A solidez defensiva merece também preocupação. Mário Soares dá atenção a esse sector, exigindo coesão dos defensores com a compensação nos momentos defensivos. O frente-a-frente entre defesas e avançados em jogos treinos entre si, servem para aquilatar as virtudes pretendidas pela equipa técnica.

SEGUNDA VOLTA
Day-Day na mira do Caála


O extremo Day-Day, jogador formado no Petro de Luanda e que já representou igualmente as formações da Académica do Lobito, Interclube e Desportivo da Huíla, pode ser apresentado nos próximo dias, como reforço do Recreativo da Caála para a segunda volta do Girabola Zap 2017, soube-se de fonte do grémio do planalto central.  O jogador que na última época jogou pelos estudantes lobitangas é um dos \"trunfos\" com que o novo treinador caalense, David Dias, vai atacara a etapa derradeira do campeonato nacional.

Confirmado pela direcção do Caála está o defesa central Campos. O jogador regressa ao clube da terra do milho, um ano e meio depois de ter deixado a agremiação para representar o 4 de Abril do Cuando Cubango (2015) e Atlético Sport Aviação (ASA) na primeira volta do presente campeonato. 
De 27 anos de idade, Campos, formado pelos caalenses, foi promovido ao escalão sénior, em 2010, tendo permanecido na equipa até 2015. O central Campos assinou contrato válido até ao final da presente época, de acordo com fonte do 7º colocado do campeonato nacional de futebol da primeira divisão.

O regresso do defesa Campos, o primeiro reforço para a segunda volta do Girabola Zap 2017, é o segundo no Recreativo do Caála, depois do treinador David Dias, sete anos depois. Em vias de abandonar o plantel, por não serem utilizados durante os primeiros 15 jogos da competição, estão Boneco (guarda-redes), Pedro (avançado), Efembergue e Elizur (médios), cujas desvinculações estão a ser negociadas pela direcção do clube.