Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Desportivo confiante na vitria

Gaudncio Hamelay-Lubango - 17 de Junho, 2018

A equipa do Lubango com teste difcil frente aos lundas.

Fotografia: Jornal dos desportos

A reintegração do camaronês Christian é o destaque na estratégia do técnico do Clube Desportivo da Huíla, Mário Soares, para o jogo desta tarde, a partir das 15h30, no estádio do ferroviário local, diante do Sagrada Esperança, pontuável para a 17ª jornada.
O médio-ala, ausente na partida da ronda passada, tem sido uma das pedras fundamentais na manobra da equipa Militar da Região Sul e pode voltar a emprestar outra dinâmica ao conjunto, no desafio de hoje.
 O treinador assegurou que tiveram uma boa semana de preparação e cumpriram o que idealizaram. Confirmou que os jogadores, ao longo do treino, demonstraram muita entrega e vontade de ganhar o desafio frente a formação do Sagrada Esperança, orientada por um novo treinador.
“Para este jogo, reintegrou-se o médio-ala Christian, mas não vamos poder contar com os préstimos do avançado Milton e os médios trinco e esquerdo, Elias e Alé, este último um dos reforços vindo do Kabuscorp do Palanca”, revelou.
Sublinhou que “nesta fase do campeonato, vamos trabalhar para ver se conseguimos fazer um bom jogo, mas estamos muito mais preocupados em fazer um bom resultado”, indicou.
Mário Soares fundamentou que, apesar dessa vontade, e disponibilidade existente no seio dos jogadores, ainda existe algo a trabalhar, porque precisa entender melhor a formar de jogar da equipa adversária, para não serem surpreendidos.
“O Sagrada Esperança, é um adversário que nos preocupa. Teve a mudança de treinador e cada atleta quer mostrar na nova equipa técnica, que tem qualidade para fazer parte do plantel principal. E isto dá muita competitividade no treino”, destacou.
Admitiu que havendo competitividade no treino, nos jogos a entrega será maior de certeza. “Esperamos por um Sagrada Esperança muito agressivo. A realidade do Sagrada Esperança é superior a nossa em ternos estruturais, com um plantel formado com questões superiores ao nosso. E isso tudo pode acarretar muita dificuldade para nós, por isso temos que estar atento”, concluiu.