Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Desportivo da Hula projecta o desafio com Porcelana FC

Gaudncio Hamelay - Lubango - 23 de Fevereiro, 2016

Equipa do tcnico Ivo Traa treina com estratgia para defender bem e preparar transies rpidas do seu sector atacante

Fotografia: Arimatia Batista

A equipa principal de futebol do Clube Desportivo da Huíla começou ontem segunda- feira, a projectar a deslocação à província do Cuanza Norte para defrontar o Porcelana F.C, em partida referente à segunda jornada do Girabola Zap 2016.

O técnico principal dos militares da Região Sul, Ivo Traça, depois de não ter gostado  da atitude e prestação dos seus pupilos no jogo inaugural com o Sagrada Esperança da Lunda Norte, em que venceu por 1-0, prometeu trabalhar durante a semana na correcção dos erros cometidos ao longo do desafio.

“Com o Sagrada Esperança, apesar da vitória alcançada por 1-0 não fizemos um bom jogo, porque não era possível logo na primeira jornada nos apresentarmos a 70 ou 80 por cento. Tivemos a 60 por cento naquilo que é a equipa”, reconheceu Ivo Traça.

No jogo da segunda jornada com o Porcelana FC do Cuanza Norte assegura Ivo Traça, a equipa vai trabalhar para ter um Desportivo da Huila mais agressivo, porque jogar fora do reduto “é preciso ter mais agressividade”.

Por essa razão, tranquilizou o técnico dos militares da Região Sul, é preciso defender bem e preparar as transições para que venham a ser rápidas e meter as linhas muito juntas, para fazer bom jogo no Cuanza Norte.

Deste modo, a equipa técnica liderada por Ivo Traça está a trabalhar na melhoria dos erros cometidos no jogo com o Sagrada Esperança da Lunda Norte, principalmente no aspecto defensivo.
O treinador apontou que no desafio da primeira jornada houve fases em que o Desportivo da Huíla não esteve bem, sobretudo a defender, o contra ataque e as transições rápidas.

“Esta semana temos muito trabalho a fazer. Vamos melhorar todos os erros cometidos no jogo com o Sagrada Esperança da Lunda Norte. Houve fases que não estivemos bem e tivemos a defender mal. As linhas separadas uma da outras. Esse é o aspecto número um, a defesa. E depois preparamos o contra - ataque e as transições rápidas, que eu disse. Estamos no inicio e foi o primeiro jogo, por isso, é muito difícil estas combinações saírem com perfeição”, afirmou.

QUALIDADE
Técnico desconhece
valor do adversário


Ivo Traça disse que o Porcelana FC do Cuanza Norte é um adversário que desconhece, por ascender este ano ao Girabola Zap e reconheceu ser uma equipa que está a jogar bem, fruto disso é o empate 0-0 na primeira jornada com o Progresso do Sambizanga.

O treinador avançou possuir jogadores experientes, muito deles já passaram pelo Girabola, daí fazermos o nosso trabalho de casa. “Vamos jogar fora do reduto, por isso, queremos ter um Desportivo da Huila um pouco mais agressivo, porque fora é preciso ter mais agressividade. É preciso defender bem e preparamos as transições que saiam rápidas ou meter as linhas muito juntas para fazermos  bom jogo no Cuanza Norte”, garantiu.

Ivo Traça apostou nos jogadores Malamba e Mendes que ascenderam este ano ao escalão sénior, por serem jovens possuem potencialidades para jogar. “Então, como sabem jogar, vamos pôr os miúdos no campo para jogar", disse.

"A coragem é deles e não é a minha. Eu só devo cumprir com o dever de treinador pôr os jogadores que tenho disponíveis”, sublinhou o treinador.
Ontem, no período da manhã no Estádio de Nossa Senhora do Monte, a equipa trabalhou na recuperação de jogadores que actuaram no sábado, com corrida leve e a tarde optou em trabalhar os aspectos técnicos -tácticos para todo o plantel.  
Gaudêncio Hamelay