Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Desportivo mantm perseguio

04 de Abril, 2016

Militares da Regio Sul viriam a inaugurar o placar aos 15' por intermdio de Bruno numa jogada rpida de contra-ataque

Fotografia: Jornal dos Desportos

Desportivo da Huíla, equipa militar da  Região Sul, venceu ontem o Interclube por duas bolas sem resposta num jogo com imensa espectacularidade e emotividade,  garantindo assim o seu posicionamento ckmeiro na tabua de classificação.

Na verdade, a atitude, a vontade e a determinação com que estavam imbuidos os jogadores do Clube Desportivo da Huíla acabaram por ser os factores que contribuiram para que conseguisse o truinfo caseiro diante dos Interclube que se apresentou algo apático e sem chama.

Os comandados do técncio Ivo Traça chamaram logo a si a iniciativa do jogo, procurando chegar mais rápido à baliza contrária. Ainda assim, mesmo com as facilidades dadas pelo sector defensivo contrário,  algo desarticulado,  os donos de casa nao conseguiam esgrimir competências para visar com exito a baliza a guarda de Neblu.

Impelidos por uma toada atacante, os militares da Região Sul viriam a inaugurar o placar aos 15', por intermédio de Bruno,  numa jogada rápida de contra-ataque. A bola foi lançada para Nandinho, este desfez-se dos defesas com dribles estonteantes, cruzou para a área onde Malamba rematou mas a bola embateu no travessão onde Bruno, na recarga, atirou a contar.

Inconformado, os "Polícias" da capital responderam com veemência mas, sem eficácia nem sorte. Aos 20', Dasfaa, recebeu um passe na área,  quando só tinha a sua frente o keeper Nuno, atirou para a base do poste esquerdo.Ainda assim, apesar do inconformismo do Interclube, foram os militares quem mandaram no jogo ate o término da primeira parte com o resultado a seu favor.

Na segunda parte, o tecnico dos visitantes fez duas mexidas com as entradas de Nandinho e Poulson, para os lugares de Karanga e Dasfaa na perspectiva de melhorar o seu jogo ofensivo mas o bom momento dos donos de casa fizeram estes aumentarem o placar logo no segundo minuto da etapa complementar.

Nandinho, bem servido por Beto, a entrada da área, desferiu um remate impossivel de Neblu defender. Estava garantido uma vantagem que viria deitar por terra os intentos dos Policias da capital que viriam a falhar uma grande penalidade aos 80' por intermédio de Valdez.Ao longo da etapa complementar foram os rapazes de Ivo Traça que ousaram mandar no jogo, procurando remeter  os visitantes no seu meio-campo.

Futebol fluindo, passes perfeitos com transições bem elaboradas garantias que, tudo saisse a perceito nas hostes dos militares da Região Sul. O Interclube viu-se e desejou-se para puder remar contra a maré mas, a ma capacidade de interpretação dos seus jogadores aliado a visível quebra física, determinaram a derrota quase inevitável.