Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Desportivo no reduto do Porcelana

Gaudncio Hamelay -Lubango - 27 de Fevereiro, 2016

Treinos duros durante a semana foram cumpridos para a quipa sair vitoriosa na casa da formao adversria

Fotografia: Kindala Manuel

A equipa principal Desportivo da Huíla trabalhou com perfeição ao longo da semana na correcção das transições rápidas e aspectos defensivos com o objectivo de ir contrapor os pontos fortes do Porcelana FC do Cuanza Norte e obter uma vitória, no desafio de hoje em Ndalatando, referente à segunda jornada do Girabola Zap de 2016.

O técnico Ivo Traça assegurou ontem ao Jornal dos Desportos no Lubango, ter trabalhado bem durante a semana para poder pontuar no reduto da equipa adversária e continuar na senda de vitórias. 

"Trabalhamos bem durante a semana e conseguimos corrigir os erros que cometemos no jogo inaugural diante do Sagrada Esperança da Lunda Norte. O Porcelana FC é uma equipa que não conhecemos e só ouvimos falar, mas pelo resultado que fez com o Progresso do Sambizanga, parece-me estar muito bem. Daí, temos que ter a máxima cautela", disse.  

O treinador confessou que o Porcelana FC é uma equipa que numa viu jogar esta época. Mas pelas informações que tem, reconheceu ser um conjunto composto por atletas que já militaram em vários clubes do Girabola.

"Por isso, estamos a fazer o nosso trabalho no sentido de nos precavermos para não sermos surpreendidos em Ndalatando", garantiu técnico referiu depois que, apesar de não adoptar, uma nova estratégia neste jogo, mas no inicio da época, esta preocupado em criar uma coesão e automatismo no plantel.

"Normalmente quando se joga fora a estratégia é outra e quando se joga no nosso próprio reduto, também é outra. Mas no inicio da época, estamos preocupados em criar uma coesão e automatismo no grupo", resaltou.

"E é isso que estamos a trabalhar, principalmente os aspectos defensivos e tentarmos sairmos no contra-ataque ou em transições rápidas. Essas são as nossas preocupações", acrescentou.

Ivo Traça confirmou que o plantel desloca-se a Ndalatando com objectivo de procurar tentar ao máximo inibir os pontos fortes do Porcelana FC do Cuanza Norte e explorar os seus outros pontos fracos para conseguir arrancar uma vitória.

O Desportivo da Huíla, aclarou o técncio Ivo Traça, vai lutar para que jogo após jogos possa ganhar para poder consolidar o seu lugar (7º) para permitir manter no Girabola Zap.

O treinador reforçou que manter na primeira divisão significa aproveitar o maior número de pontos possíveis, muito embora os jogos sejam difíceis. Deste modo, argumentou o treinador dos militares da Região Sul, com o Porcelana FC no Cuanza Norte, temos que lutar para ir pontuar.

"Iremos lutar para conquistar os três pontos ou um empate. Mas são três resultados possíveis (vitória, derrota e empate). Então se não for necessário os três pontos vamos lutar para um ponto. Isso é que pretendemos fazer no seio do nosso grupo com essa nossa deslocação ao Cuanza Norte", assegurou.


LIMITAÇÕES
Procura vencer
com cinco baixas


O médio trinco Dani Traça, médio central Sílvio, médio direito Cassinda e o avançado Belito desfalcam a formação do Desportivo da Huila na sua deslocação ao Cuanza Norte por razões administrativos junto da Federação Angolana de Futebol, FAF, disse Ivo Traça ontem ao Jornal dos Desportos.

O treinador confirmou que o grupo não estará completo no jogo com o Porcelana FC do Cuanza Norte, referente a segunda jornada do Girabola Zap 2016, porque tem ainda jogadores com problemas administrativos na Federação Angolana de Futebol.

O jogador acrescentou que aliado, a esta contrariedade no plantel, encontra-se o avançado Chiquinho que continua a conta com uma lesão.

Ivo Traça disse que a situação preocupa porque têm sido jogadores titulares, e acrescentou a equipa técnica tem que estar preparada com essas contrariedades. “São jogadores que fazem parte do grupo dos 18 e têm sido titulares, mas estão nesta condição".

"Por isso, nada temos a fazer. Temos que contar com outros jogadores. Agora é pedir que o nosso departamento seja um pouco mais dinâmico para ver se não alongue muito esta situação para a terceira jornada e podermos contar já com este jogadores", apelou.

 Por essa razão, Ivo Traça, disse continuar com o grupo limitado. Mas garantiu possuir 28 jogadores em condições de representar o conjunto, sempre que haja alguma inconveniente no plantel. "Temos jogadores suficientes para poder jogar sempre que o outro não estiver disponível", assegurou.    
GH


PRONTIDÃO
Donos da casa estão preparados


O  Porcelana Futebol Clube do Cuanza Norte recebe hoje em casa, às 15 horas, no Estádio Fernando Diniz, o Desportivo da Huíla em partida pontuável para a segunda jornada do Girabola-Zap.

A equipa preparou o jogo com treinos regulares ao longo da semana na qual se destacaram as sessões de remate à baliza, cruzamentos , física, sistemas de marcação, ataque e posicionamentos tácticos.

O técnico Luís Mariano disse que "temos que levar em conta que é uma equipa nova, que tem cinquenta  dias de treino e tem de subir de produção de jogo a jogo, a uma equipa que se forma não se pode exigir tudo num dia, os erros de fundamento, e de posicionamento tendemos a corrigi-los".

 O treinador disse que os seus pupilos estão preparados e acredita num bom jogo frente aos militares da Região Sul, o Desportivo, que atletas jogam juntos , quem fazendo bons campeonatos".

Luís Mariano disse a parte técnica tem que tirar o máximo  rendimento do grupo , porque o jogo só se ganha depois dos 90 minutos. “ Se não entrarmos com muita atenção, muita dedicação, entrega e muita correcção na parte táctica e física não vamos a lugar algum, se formos vencidos tem de ser mérito do adversário”, disse.

 O treinador disse que, clinicamente, tem lesionados os jogadores Pedro e Careca e, do ponto de vista psicológico, sublinhou que o grupo está bem, pois, vem de um empate.

Luís Mariano, que já foi campeão nacional com o Recreativo do Libolo, escusou-se a revelar o onze inicial por alegada duvida quanto a certos atletas jogadores, mas pelos treinos, a equipa pode apostar no  sistema de 4X4X2 com Gerry (guarda-redses), Lara e Lara e Miguel (alas), Chico Caputo e Papi (centrais), Jemba, Careca, Armando e Carlos (médios), Rasca e Dilma (avançados.).
ISIDORO NATALÍCIO