Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Desportivo quer apoio dos adeptos

Benigno Narciso-Lubango - 13 de Setembro, 2017

Equipa de Mário Soares confiante quanto à permanência no campeonato nacional

Fotografia: Santos Pedrol | EDIÇÕES NOVEMBRO

O técnico do Desportivo da Huíla, Mário Soares, pediu a presença massiva dos adeptos do clube no Estádio do Ferroviário nos três jogos que a equipa tem por disputar em casa, até ao término do Girabola Zap, para uma corrente de apoio à equipa que precisa de vitórias para a sua manutenção na prova.

Mário Soares mostrou-se confiante quanto à permanência do Desportivo no Girabola e considerou que o apoio dos adeptos, sócios e demais forças vivas da província, é fundamental para que no próximo ano a Huíla esteja presente e representada na prova maior do futebol nacional.

\"Convidar o público para não se prender em casa, que venham para o Estádio, apoiem a equipa para as vitórias, porque nós precisamos desses pontos, como do pão para a boca, para consolidarmos a nossa permanência, e assim, a esperança de que no próximo ano o Girabola esteja sempre presente aqui na Huíla\", desafiou o técnico.

O técnico avaliou que a equipa técnica, atletas e direcção do clube não conseguem por si só, alcançar a materialização do objectivo da permanência. Neste sentido, qualificou os adeptos como o 12º jogador, e os \"os grandes craques\" desafiados a fazerem a diferença nos jogos, de modo a que o objectivo seja materializado com mais facilidade.

\"E, nós só, não conseguimos fazer isso, eles o 12º jogador, é que são os nossos craques e precisamos que estejam presentes para  fazermos a diferença nos jogos e conseguirmos com mais facilidade, alcançar os nossos objectivos\", descreveu.Nos três desafios que têm por disputar, em casa, até ao término da prova, a formação afecta à Região Militar Sul recebe o Petro de Luanda na 26ª jornada, joga com o Recreativo do Libolo na 28ª, e na 30ª e última da competição recepciona o Progresso da Lunda - Sul.O Desportivo da Huíla ocupa a décima posição, da tabela geral de classificação do Girabola Zap 2017, com 28 pontos, com fortes possibilidades de permanência.

 HUÍLA
Adjunto do Sagrada
fala de “insucesso”


O técnico -  adjunto do Sagrada Esperança, Roque Sapiri, que já prepara o chamado "duelo do leste" diante do Bravos do Maquis, lamentou há dias no Lubango,  a falta de concentração e de atenção dos jogadores. Esta  situação verificou-se no jogo diante do Desportivo da Huíla, que  para si foi a principal causa do empate a um golo.

No referido jogo, o Sagrada Esperança  adiantou-se no marcador, logo aos 6m por intermédio do golo madrugador de Bugos, que na sequência de um portentoso remate desferido por Femi, na cobrança de um livre directo do meio do meio - campo, soube aproveitar o "mau alívio" do guarda-redes Kiss, e então na pequena área, com a baliza escancarada atirou para o fundo da baliza.

Depois, a defesa e o sobretudo o próprio guarda-redes diamantífero revelaram uma descoordenação, que não agradou à equipa técnica, que nesta época tinha projectado boa prestação em todos os sectores da equipa.Roque Sapiri sublinhou, que o resultado (1-1) foi satisfatório porque sabia das adversidades que ia encontrar fora de casa, e  alegadamente “conseguimos fazer um jogo inteligente e conseguir os três pontos, mas o importante é não perder", a equipa tem de revelar outra postura diante do Bravos do Maquis.O Sagrada Esperança da Lunda Norte tem como objectivo principal no campeonato nacional de futebol da I divisão, Girabola2017, melhorar a classificação da edição anterior, que foi o nono lugar  com 37 pontos.