Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Desportivo tem misso difcil no Huambo

Gauncio Hamelay no Lubango - 11 de Maio, 2019

O tcnico Mrio Soares justificou, que o jogo com os caalenses

Fotografia: Edies Novembro

A deslocação do Clube Desportivo da Huíla ao Huambo, para defrontar, amanhã, o Recreativo da Caála, em partida  pontuável para a 29ª e penúltima jornada do Girabola Zap, é considerada de muito difícil pelo técnico dos militares da Região Sul.

O técnico Mário Soares justificou, que o jogo com os caalenses, no seu próprio reduto, será difícil, porque nos últimos anos não tem conseguido bons resultados, daí entrar com cautelas para tentar inverter esse quadro e somar pontos.

O estudo minucioso, feito ao longo da semana, aos vídeos de alguns jogos da formação do Recreativo da Caála, vai facilitar a frustrar as estratégias montadas pelo adversário.   

"Ao longo da nossa preparação, estudamos os vídeos dos jogos da equipa da Caála. Sabemos que é muito difícil jogar no Huambo e nos últimos anos, não temos conseguido bons resultados. Eu, particularmente, nunca consegui vencer naquele campo", reconheceu.Apesar disso, o treinador dos militares da Região Sul, cuja equipa ocupa actualmente a 4ª posição da prova com 46 pontos, face aos 9 pontos repostos ao Kabuscorp do Palanca, agora em terceiro lugar com 48, garante tudo fazer para alcançar uma vitória no jogo de amanhã.

"Vamos ver se as nossas capacidades e competências desta vez nos deiam essa sorte", assegurou.

Mário Soares referiu, que com a recuperação feita a equipa nos aspectos físicos, depois do desafio de quarta-feira diante do Sagrada Esperança, referente aos oitavos-de- final da Taça de Angola, estar em condições para poder na Caála fazer um bom jogo. "Nesse jogo iremos em pé de igualdade e o tempo de repouso será o mesmo", salientou.