Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Dezassete mortes no Estádio 4 de Janeiro

11 de Fevereiro, 2017

Cinquenta e nove pessoas internadas no hospital provincial

Fotografia: Mavitidi Mulaza | no uíge

O arranque da 39ª edição do Girabola Zap, aberta ontem, na cidade do Uíge, com o jogo Santa Rita de Cássia FC - Recreativo do Libolo, disputado no estádio 4 de Janeiro, ficou marcado com a morte de 17 pessoas. Até à hora do fecho desta edição, estavam contabilizados igualmente 59 feridos ligeiros e 5 em estado grave, todos internados no hospital provincial.

De acordo com fontes no terreno, tudo começou quando um grupo de adeptos, acima de 100, ávidos em presenciar o jogo que marcou a estreia da equipa do Santa Rita de Cássia FC no Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão, forçou um dos portões do estádio, originando com que alguns caíssem e fossem pisoteados pelos demais. 

A fonte referiu igualmente que os efectivos da Polícia Nacional presentes no estádio, em número considerado aceitável para o tipo do jogo, não enquadrado nos  desafios de "alto risco", tudo fizeram para que os "invasores" não entrassem para o recinto, porém, dado a quantidade elevada de adeptos, o pior aconteceu.

" A Polícia, até altura da tragédia, fez o seu papel. Tudo estava coordenado, porém, tão logo teve início o jogo, um grupo de adeptos, na ânsia de não querer perder mais momentos da partida, decidiu pela invasão do portão. Como o número de pessoas era elevado, acima de 100, os polícias presentes chegaram a ser envolvidos e, infelizmente, aconteceu esse desastre", disse.