Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Dia de sorteio

Augusto Panzo - 27 de Setembro, 2018

Fotografia: Edies Novembro

A Federação Angolana de Futebol (FAF) realiza esta manhã, na presença dos representantes dos clubes que vão disputar a prova, o sorteio referente ao Girabola Zap 2018/2019.
Para além de sortear a maior competição futebolística do país, a FAF realiza igualmente uma reunião, na qual serão discutidos outros pormenores relativos às provas, tais como a aprovação, programação e calendarização das competições a serem disputadas nesse período. 
Em causa estão a disputa da Supertaça e da Taça de Angola, esta última que não foi realizada na época de 2018, conforme vem sendo hábito, devido ao apertado tempo de que dispunham as equipas, em função da imposição da própria FAF, que exigia o ajustamento do calendário das competições nacionais ao das continentais. 
Por outro lado, a federação delibera que, em função de muitos clubes se terem furtado ao pagamento das multas nos prazos estabelecidos, estes estão obrigados a ressarcir a FAF dentro de quinze (15) dias, contados desde o passado dia 13 do corrente.
Para já, os clubes em causa terão de pagar o equivalente em kwanzas a mil e trezentos dólares norte-americanos ( Usd 1300) cada, numa lista que abrange vinte clubes, sendo 11 da época de 2017, e nove da temporada de 2018.
Tratam-se do Progresso da Lunda Sul, Académica do Lobito, ASA, Santa Rita de Cássia, Domant FC, JGM do Huambo, Vitória Atlético do Bié, Interclube, Desportivo da Huíla e Recreativo do Libolo, isto, em relação aos devedores da época de 2017.
Para o presente ano, a FAF colocou na \"lista negra\" o Progresso Sambizanga, FC Bravos do Maquis, JGM do Huambo, Real Mbuco de Cabinda, Petro de Luanda, Augusto Kafalango FC do Cunene, União do Kwanza Norte, Sporting de Cabinda e Estrela Clube 1º de Maio.
A província de Luanda, com duas equipas em cada época e Cabinda com duas formações na presente temporada, são as mais representadas, ao passo que o JGM do Huambo, com citações nas duas listas, é a equipa mais devedora.