Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Direco define metas para mandato

09 de Maio, 2016

Nova direco da formao encarnada do planalto central quer voltar a colocar a equipa no Girabola e brilhar na alta roda do futebol nacional num futuro prximo

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção do Benfica do Huambo, reeleita para mais um mandato, pretende para este quadriénio, voltar a colocar a equipa do futebol e o nome do clube no leque dos melhores do país.Amândio Kandimba, o homem forte do clube, acredita que com empenho e esforço de todos aqueles que se identificam com as cores encarnadas na província e não só, podem materializar o sonho e voltar a colocar águia do planalto central a voar alto.  

O dirigente assumiu estar apostado em dignificar o nome do clube, num futuro próximo, mas para tal espera o apoio de todos que se identifiquem com Benfica, formação que nos tempos idos foi o orgulho de muita boa gente.  Para o efeito, informou que nos próximos quatro anos a nova direcção vai empenhar-se no recrutamento de novos talentos locais, sobretudo, a valorização dos jovens que se despontam a nível do “girabairro”.

“Deste modo, pretendemos tornar a equipa mais coesa, forte, competitiva, capaz de voltar a participar condignamente nos campeonatos provinciais e nacionais, de modo a recuperar os atributos que o Mambroa já teve nos tempos idos”, sustentou. Para o alcance deste desiderato, disse contar com a colaboração total dos membros da direcção, sócios, amigos, empresários e, de modo particular, do Governo da província, a quem pediu maior empenho e influência na viabilização no reinício das obras do estádio do Benfica.

"Unidos seremos mais fortes, por isso, acreditamos que com apoio de todos poderemos reerguer este grande clube. Uma das nossas prioridades neste momento passa pela recuperação do nosso estádio", disse o responsável esperançado em dias melhores.A agremiação foi fundada a 29 de Setembro de 1931, por iniciativa de um grupo de cidadãos portugueses, simpatizantes do Sport Lisboa e Benfica de Portugal, ávidos de o transformarem num dos maiores "colossos" das então colónias lusas.

O Benfica, antigo Mambroa, esteve presente pela última vez no campeonato nacional de futebol da primeira divisão, em 1997, altura em que foi despromovido à 'segundona' e até a data presente não mais regressou a desfilar nos grandes estádios nacionais. Determinadas a voltar à alta-roda do futebol nacional, após várias tentativas  goradas a nova direcção promete retirar a equipa do marasmo em que se encontra. Recorde-se que na província do Huambo, além do Benfica, pontificavam o Petro do Huambo, o Ferroviário, ou mesmo os Palancas, equipas aguerrida que "punham" de sentido outros contendores mais cotados como o 1.º de Agosto, o Petro de Luanda, o Asa e o 1.º de Maio.