Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Direces definem objectivos

06 de Outubro, 2017

Domant FC quer evitar a triste memria da poca de estreia no Girabola

Fotografia: Jornal dos Desportos

Depois de uma estreia menos conseguida no Girabola 2015, a direcção do Domant FC está apostada em inverter o quadro no regresso da equipa na mais alta roda do futebol. O presidente do clube do Bengo espera por uma postura diferente da sua equipa.
Em declarações ao Jornal de Angola, na sua edição de quarta-feira, Domingos António promete uma equipa competitiva, com a ambição de garantir a permanência no campeonato.
\"Se quisermos continuar na primeira divisão, o segredo passa por formar um plantel coeso. A nossa passagem pelo Girabola Zap de 2015 deu-nos esta experiência. Por isso, somos obrigados a preparar uma equipa competitiva\", justificou o presidente do Domant.
Do ponto de vista financeiro, Domingos António sublinha que o Domant está bem servido, mas caso apareça uma \"mão\" caridosa é sempre bem-vinda.
\"Não temos razões de queixas, apesar da actual conjuntura financeira do país. Com os recursos financeiros que dispomos é possível montar uma boa equipa e terminar o campeonato sem quaisquer problemas\", garantiu o dirigente desportivo.
Na décima presença no Girabola Zap, o Sporting de Cabinda quer evitar as constantes subidas e descidas. Para que tal aconteça, a direcção da formação leonina centraliza as suas atenções no reforço do plantel, bem como no angariamento de patrocínios, para que o Sporting supere as actuais dificuldades financeiras.
\"Este tem sido o nosso principal problema. Vamos encetar contactos com algumas empresas para nos ajudarem neste sentido. Estou convencido de que vamos ultrapassar as dificuldades financeiras\", garantiu Jorge Costa, vice-presidente dos \"leões\" de Cabinda  ao Jornal de Angola.
Apesar do problema financeiro, o dirigente da formação leonina mostrou-se confiante na  manutenção da equipa no Girabola Zap.
\"Vamos competir com este objectivo. Sabemos das dificuldades a encontrar no decorrer do campeonato. Temos experiência de Girabola. Penso que vamos fazer uma boa figura\", prometeu Jorge Costa.No Zonal de Apuramento, Domant e Sporting integraram a série A. Em cinco jogos disputados, a formação de Bula Atumba venceu dois, empatou três, marcou cinco, sofreu um e totalizou  nove pontos.
Dos desafios realizados, o grémio de Cabinda ganhou um, empatou três, perdeu um, marcou três, sofreu igual número golos, somando seis pontos. Os verdes e brancos garantiram o seu regresso à I Divisão, por via do torneio de Liguilha.
Na primeira mão, o Sporting de Cabinda derrotou o Jackson Garcia de Benguela (segundo da série B), por 5-1, sendo que a formação benguelense venceu, por 2-1, no jogo da segunda mão.


CASA MILITAR
Abel da Conceição
com futuro indefinido


Das três equipas que ascendem ao Girabola, a Casa Militar do Cuando Cubango faz a sua estreia . A formação militar, depois de quatro tentativas, acabou por confirmar na quinta a sua participação na maior festa futebolística nacional.
Contactado pelo JA, o técnico Abel da Conceição diz que espera continuar para dar continuidade ao trabalho que culminou com a subida ao Girabola Zap.
\"Estou feliz, porque cumpri com o objectivo de colocar a Casa Militar na primeira divisão. O meu futuro à frente da equipa técnica está dependente da direcção do clube,\" esclareceu ansioso pela sua continuidade a frente dos destinos da equipa.
Com a despromoção o ano passado do 4 de Abril do Cuando Cubango, às Terras do Progresso esta época não tiveram qualquer formação na alta roda do futebol nacional, por isso, a direcção dos CM espera, não defraudar na sua estreia.  
Depois de terem subido de divisão, as formações Domant do Bengo, Casa Militar do Cuando Cubango e Sporting de Cabinda vão competir num torneio, organizado pela Federação Angolana de Futebol (FAF), ainda sem data, para se encontrar o campeão nacional da II Divisão.