Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Direco Benfica Lubango procura de apoios para jogar

Benigno Narciso - Lubango - 24 de Junho, 2019

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção do Benfica do Lubango está a trabalhar, em busca de apoios financeiros, para assegurar uma base que possibilite a equipa competir no Girabola Zap 2019/2020, sem sobressaltos, afirmou o presidente da Associação Provincial de Futebol da Huíla (APFH), João Gonçalves.
O dirigente máximo do órgão que rege a modalidade, nas terras de Nossa Senhora do Monte, sustentou que o organismo acompanha com atenção os esforços do grémio encarnado que atravessa enormes dificuldades  para superar a fase em que se encontra.
“A direcção do Benfica está a envidar grandes esforços, para que, apesar das dificuldades, possa competir, mas existem muitas dificuldades em encontrarem apoios, situação que é plenamente do nosso conhecimento”, avançou.
João Gonçalves acredita, que nos próximos dias a situação “seja resolvida,  embora,  o Benfica não dispute o campeonato de forma folgada,  financeiramente, porém, tudo está a ser feito pela direcção do Benfica e por alguns sócios, para que possa participar na primeira divisão, com o mínimo necessário”, disse.
O líder da APFH, sustentou haver promessas de empresas nacionais, que poderão confirmar até ao final do mês corrente, os devidos apoios. “Vamos aguardar. Promessas existem, falta, apenas, a confirmação”, salientou.
“Vamos esperar até ao fim deste mês, se as promessas que foram feitas a algumas empresas nacionais, para apoiar o nosso filiado, em dar o seu patrocínio, sejam efectivadas. Estou convencido de que se tudo correr bem, apesar de tudo que possa surgir, o Benfica vai participar”, manifestou.

João Gonçalves referiu, que a APF
A menos de dois meses, do início do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª divisão, a pré-época 2019/2020 da equipa da Académica do Lobito está em risco de participar na prova, devido à falta de dinheiro, disse à Angop, o presidente do clube, Luís Borges.

A menos de dois meses, do início do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª divisão, a pré-época 2019/2020 da equipa da Académica do Lobito está em risco de participar na prova, devido à falta de dinheiro, disse à Angop, o presidente do clube, Luís Borges.
João Gonçalves referiu, que a APF não pode exigir que a direcção do Benfica revele quanto vai dispor financeiramente, e o que falta para fazer face aos custos que decorrem com a realização de um campeonato, sem constrangimentos.
“Nós não podemos exigir, que a direcção do Benfica nos diga quanto é que tem financeiramente em depósito, ou coisa assim. Os clubes têm a sua autonomia financeira e administrativa”, referiu.
Considerou, que o clima de indecisão quanto à participação ou não da equipa, no próximo Girabola, não interfere na prestação da equipa na prova. Justificou, que os aspectos técnicos, burocráticos,  a inscrição do clube e a dos atletas, melhoramento  do campo de futebol e treinos, não condicionam, directamente, com a situação.
Indicou, que a equipa técnica e atletas têm a responsabilidades de treinar, e permanecer preparados. “Em princípio, não interfere, negativamente. Foram feitos contactos, há promessas positivas, mais para o positivo do que para o negativo”, sustentou.
“Agora, a parte técnica, a burocrática, a inscrição do clube, atletas, o melhoramento do dia-a-dia do campo para os treinos, condições de trabalho para a equipa técnica e os jogadores, assim como as condições para fazerem a sua vida normal, para que se o clube participar, a equipa esteja preparada”, referiu.
Sem aceitar a possibilidade da desistência do filiado, João Gonçalves referiu ,que “se a equipa não entrar no próximo Girabola, também, estará preparada para disputar o próximo campeonato provincial, a nível da nossa província”, anunciou.