Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Direco do Sporting critica postura dos clubes

Joaquim Suami|Cabinda - 17 de Março, 2020

Fotografia: Edies Novembro

O vice-presidente do Sporting de Cabinda, Sami Muai, manifestou nesta cidade o seu descontentamento, pelos constantes adiamentos dos jogos da sua equipa na presente edição do Girabola Zap, que vai já no terceiro, após a ausência do Santa Rita Uíge, sábado, na partida referente a 24ª jornada.
O dirigente aconselhou que, apesar de existir um convénio, entre os clubes do campeonato nacional da I divisão, de se aceitar o adiamento de um jogo solicitado por um adversário, as equipas devem marcar os seu lugares com antecedência nas companhias que operam em Cabinda, para se evitarem transtornos.
\"Aceitamos o adiamento do jogo e vamos estudar uma data para a sua remarcação. Aliás, existe um convénio entre todas as equipas que competem no Girabola e tem prevalecido o \"fair play\". Pedimos os clubes a comprarem os bilhetes de passagem com antecedência, para que o calendário da competição não seja atropelado de forma constante\", disse.
Sami Muai referiu, que os principais motivos que a maior parte das equipas do Girabola apresentam, quando não conseguem deslocar-se a Cabinda, tem sido a falta de transportação aérea.
\"A direcção do Sporting de Cabinda começa a ficar preocupada com esta situação, porque já temos três jogos em atraso, com a Académica do Lobito, Ferrovia do Huambo e agora com o Santa Rita do Uíge\", referiu.
Destacou que têm estado a sensibilizar os seus jogadores, quando um determinado jogo é adiado. \"Um jogador que dá todo o seu empenho nos treino para ser convocado, quando recebe a informação que o jogo está adiado, fica triste e pode afectar a sua psique\", concluiu.
O Sporting de Cabinda ocupa a 11ª posição do Girabola/Zap, com 21 pontos, fruto de cinco vitorias, seis empates e oito derrotas. O avançado Jó Paciência é o melhor artilheiro da formação verde e branca, com oito golos rubricados.