Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Girabola

Docas pede mudanas no ataque do 1 de Agosto

14 de Setembro, 2016

Presidente do FC Bravos do Maquis lamenta a falta de eficcia dos militares

Fotografia: Aro Martins

Os últimos resultados obtidos pela equipa do 1º de Agosto, uma derrota e empate nas duas rondas, denotam decréscimo de rendimento, o que pode pôr em risco a "corrida" ao título do Girabola2016, revelou ontem no Luena (Moxico), o presidente do FC Bravos do Maquis, Manuel Quitadica.

Falando à Angop, sobre o desfecho da 23ª ronda do Campeonato Nacional da I divisão, Girabola Zap 2016, o dirigente afirmou que o desempenho dos militares regride a cada jornada, o que pode comprometer nas contas finais. Referiu que a equipa técnica “militar” deve efectuar mudanças, principalmente no meio campo que necessita de mais coesão, resistência e criatividade.

O dirigente acredita que se as mudanças forem imediatas, o 1º de Agosto recupera o estatuto de principal candidato ao título, numa corrida em que estão o Recreativo do Libolo e o Petro de Luanda.Ressaltou igualmente a postura do Petro de Luanda, que está a fazer o seu campeonato e com possibilidade de lutar pelo título, que torna a prova mais competitiva, emotiva e interessante.